» Pearl Harbor


Título Original: Pearl Harbor
Gênero: Ação
Diretor(es): Michael Bay
Roteiristas: Randall Wallace.
Ano de Lançamento: 2001.
Elenco: Ben Affleck, Josh Hartnett, Kate Beckinsale, Cuba Gooding Jr., Jon Voight, Alec Baldwin, Tom Sizemore, Jennifer Garner.
Duração: 183 minutos.
Trailer: Clique Aqui!

Filme de guerra pra mim é tudo de bom. II Guerra Mundial então, nem se fala. Não que eu curta guerra em si, mas no cinema ela tem um quê de especial, os efeitos, o som e tudo transportam você para o campo de batalha. Filmes como Desejo e Reparação, O Resgate do Soldado Ryan, A Queda! Deixam-me sempre com um gostinho de quero mais. Pearl Harbor é um filme que há algum tempo eu já vinha querendo assistir e não sei por que não tinha visto antes. Peguei com um amigo e vi logo porque todos falavam super bem.

Rafe (Ben AffleckO Pagamento) é um dedicado piloto da marinha americana e se apaixona pela enfermeira Evelyn (Kate Beckinsale – Anjos da Noite – Underworld). Sempre esteve junto de seu amigo fiel Danny (Josh Hartnett – Jogo de Intrigas) que também é piloto da Marinha. Rafe resolve se alistar na ajuda dos Estados Unidos ao Reino Unido contra o Eixo e vai à guerra na Europa. Após a notícia que Rafe morrera em combate na Inglaterra, Evelyn e Danny acabam se aproximando e se envolvendo. Isso tudo pouco antes de um dos maiores ataques feitos ao EUA, em Pearl Harbor pelos japoneses, porém Rafe volta e quando achava que iria ‘lavar a roupa suja’ com a namorada e o amigo, o ataque começa.

Como falei adoro filme de guerra, adoro filmes em que a história está presente e que nós possamos olhar com alguma semelhança o que de fato aconteceu num passado que nós não pudemos vivenciar. Em certos aspectos Pearl Harbor foi genial, porque soube mostrar bem o propósito japonês de invasão e destruição de uma área americana e com muitos efeitos e bastante dinheiro mostrou o inferno que uma ilha maravilhosa se tornou após a destruição japonesa. Porém acho que a questão do enfoque muito maior na história de amor do filme deturpou um pouco seu propósito.

Se o objetivo maior era mostrar a história do triângulo que não colocasse tão em foco no título e na sinopse o ataque em si. O filme torna-se um pouco cansativo porque não é todo mundo que curte passar três horas vendo um filme. As três horas não foram para mostrar mais veracidade no contexto histórico e sim pra mostrar um envolvimento que em menos tempo poderia ser elucidado da mesma maneira.

No entanto, o filme é bom e agrada, tem um som muito bom e é necessário. A trilha sonora é muito boa também e a direção apesar de ter algumas falhas também agrada. Coloco como destaque nesse apesar de não ter tantos assim, a atuação de Bem Affleck que já julguei ser pior. Enfim, é um filme bom e que é de se aconselhar mas talvez não agrade a todos.

Nota: Peço desculpas aos colegas da blogosfera cinéfila pela minha ausência total tanto no Portal como nos demais blogs. Estive participando da XX Conferência Nacional dos Advogados, uma experiência interessante e que talvez não tivesse aqui na minha cidade outra vez. Portanto, não tinha como atualizar já que tal congresso tomava meu tempo do início da manhã até a noite. Obrigado! =D

Anúncios

23 Respostas

  1. Muita gente não gosta de “Pearl Harbor”, mas eu adoro este filme. Reconheço que o longa possui roteiro fraco e aposta demais no triângulo amoroso, mas a história me emociona e eu, até hoje, escuto aquela música melosa da Faith Hill! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  2. Eu gosto de Pearl Harbor também, mas o filme é ruim.

  3. Olha, eu também gostei de “Pearl Harbor” e acredito que não exista nenhum excesso nele que o comprometa excessivamente. Daqui eu só não gostei do personagem de Cuba Gooding Jr., que praticamente revive o mesmo homem que encarnou em “Homens de Honra”.

  4. Não vi… e tenho medo de ver haha

  5. Eu sou do grupo que não gosta! Hehehehe.
    Mas não é uma coisa que eu repudie, só acho fraca.

    Amanhã eu tenho uma surpresa para você, mas ainda não sei se vai rolar. Se acontecer eu te falo!

    Beijocas

  6. Kamila,

    Pois é, é aquela coisa… apesar de terem apostado demais no triângulo, de ter mais isso e menos aquilo o filme ainda consegue agradar…

    Pedro,

    Sinceramente? Não entendi… rsrsrsrs

    Alex,

    Realmente quando vi Cuba achei que não diferenciou em nada do personagens de Homens de Honra… mas, mais uma vez, tenho que discordar contigo… há excessos…

    Matheus,

    Não temas… mais cedo ou mais tarde você irá ver… ha ha ha

    Cecilia,

    O filme é bom sim, reveja. Agora fiquei curiosooo… me diga o que é, pleaase!

  7. Lembro que gostei deste filme quando o vi nos cinemas. Claro, naquela época eu gostava de tudo, rsrsrsrs. Ainda assim, mesmo com os excessos habituais de Bay, acho que se eu o revesse não desgostaria tanto.

    Ciao!

  8. Wally,

    Maybe… se ainda partilhamos de gostos parecidos, você poderia achar excessos e ausências em algumas coisas!!

    Abraço!

  9. Esse filme ai …
    Dá para assistir até uma certa parte …
    Depois se parar e deixar de ver o filme … não perde nada …

    Abraços

  10. JP,

    Em partes, sou obrigado a concordar!

    Abraço!

  11. Seria um épico arrasador, talvez até memorável, não fossem a atuação chocha de Affleck e o triângulo amoroso aguado. Mas aquela cena do bombardeio… Ver aquilo no cinema foi incrível.
    Enfim, mais um filme que leva mais bordoadas dos críticos do que talvez mereça.

    Cumps.

  12. Ficou curioso, né?

    Acabei de receber a confirmação de que vai rolar. Tomara que esteja do jeito que eu mandei…

    Beijocas

  13. Robson, me desculpe mas irei discordar de vc. Achei este filme sofrível, hahahahaha. Um roteiro totalmente desconexo, misturando de forma clichê guerra e romance; a direção não ajuda, muito menos o elenco. O que salva o filme são os efeitos visuais…

    Abraços.

  14. Muito BARULHO para pouco CONTEÚDO, literalmente.

    Abraços!

  15. Gustavo,

    Esse filme é daqueles que se deve em cinema e talvez nunca mais… hehehe

    Cecilia,

    Gostei da notíciaaa…

    Kau,

    Pode discordar, fui mais pela ‘emoção’… hehehe

    Alyson,

    Falou pouco e foi preciso!

  16. Robson, confesso q PEARL HARBOR é um dos piores filmes q vi na minha vida. Ficou em 3o lugar na minha lista de PIORES FILMES q postei no blog.

    http://rosebudeotreno.com/?p=1062

    Juntou o Ben Affleck q acho péssimo, com o Michael Bay q acho pavoroso e aquela história de amor q era um TITANIC piorado. Mas como vc gosta tanto de filme de guerra e pelo seu texto, acredito q vc gostou mais pelo estilo de filme mesmo. Abs!

  17. Anderson,

    Pois é, apesar de todos os pesares eu gostei mais por causa da temática guerra, dos efeitos visuais, da música. Enfim, gostei por outros motivos que não espcificamente o roteiro nem tampouco as atuações.

    Abraços!

  18. Filme subestimado, muito bom mesmo esta fita do Michael Bay.

  19. Assisti duas vezes, na primeira não me pegou, talvez eu estivesse em um momento muito radical. Assisti pela temática e não pelo romance. Enfim, o filme passou e nem foi lembrado. Na segunda vez, foi indicação de uma amiga, eu comentei que queria ver um filme para chorar e ela disse “veja Pearl Harbor”. Lá fui eu novamente, um sábado de tarde, sozinho em casa. E eu chorei, chorei que me lavei no final! Os créditos subindo e eu chorando. Ok, eu estava passando por um momento delicado. Mas me marcou. Longe de ser um filme sofrível, é bonito e não é mal feito. Saudade de chorar assim, saudade dessa amiga que não vejo há tempo. Posso parecer maluco, mas chorar assim é bom né?

  20. É, eu também acho uma bela de uma porcaria… Filme de ação e só, mas infelizmente tenta ser um pouco mais do que isso…

    PS: Eu tenho otimas lembranças desse filme pelas piadas que eu e meu amigo fiezemos o assistindo no cinema, mesmo falando só entre nós acho que muita gente deve ter ficado puta com os ataque de riso…

  21. Robson, seu loser, não disse que não há excessos no filme. Disse que não há excessos que o comprometa muito. ¬¬

  22. tb não gosot nem um pouco deste filme
    mas a cena do bombardeio tem momentos deveras impressionantes, mas até chegar lá é um saco ainda maior

  23. O pior filme da história do cinema, definitivamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: