» Bolt – Supercão

(Nota: 8,0)
Título Original: Bolt
Gênero: Animação
Diretor(es): Byron Howard e Chris Williams
Roteiristas: Dan Fogelman e Chris Williams
Ano de Lançamento: 2008.
Elenco: John Travolta, Miley Cyrus, Susie Essman, Mark Walton, Malcolm McDowell, James Lipton.
Duração: 96 minutos.
Trailer: Clique Aqui!

A minha ida a São Paulo não se resumiu somente a ida aos cantos diferentes dos daqui. Não deixei minha paixão pelo cinema de lado até porque encontrei um antigo amigo cinéfilo por lá. Nada mais coerente do que sairmos para assistir um filme. Porém não foi qualquer formato de filme. Confesso que não tinha muita vontade de conferir o filme em questão, no entanto a oportunidade de vê-lo na versão 3D me chamou a atenção e por isso fui conferir numa sala do cinemark no Shopping Eldorado. A experiência foi muito interessante e o filme me surpreendeu em alguns aspectos.

Bolt é um cão que logo cedo demonstrou interesse e preocupação por sua dona, Penny. Ele foi modificado geneticamente pelo pai da garota e por isso tinha super-poderes que o faziam proteger a garotinha dos vilões. No entanto, isso tudo acontecia na vida ficcional de televisão, porém o próprio Bolt não acreditava que aquilo não era a realidade e acreditava seriamente ter super-poderes. Após um fim do episódio de seu seriado, Bolt achou que a menina estava realmente em perigo e acabou fugindo do estúdio onde morava. Com o passar do tempo ele vai agregando outros bichos a sua história e também percebendo que é um cão normal, como qualquer outro.

Não são muitas as opções que nós temos para classificar se um desenho é bom ou não. Haja vista sua limitada possibilidade de atuação (?) e também de outros fatores que analisamos nos filmes, de fato. Essa é uma história interessante, vocês hão de convir, algo até bem diferente e com proposta diferente do que as animações ultimamente vem seguindo. O propósito de Bolt não é necessariamente fazer você rir demasiadamente. Seu propósito é mostrar uma história interessante e sob o ângulo de personagens diferentes e as surpresas que o protagonista tem ao saber de coisas que antes eram desconhecidas para ele.

A única opção era dublada e não rejeitei, até gosto das dublagens das animações. Três escolhas foram interessantes, o Bolt com o dublador oficial de John Travolta já que ele dubla o cão na versão original, a engraçadíssima Maria Clara Gueiros dubla a inteligente gata Mittens e o não menos engraçado Leandro Hassum que dubla o maluco ramster Rhino. O roteiro é bem interessante e acho que a animação tem merecido a indicação ao Oscar porém não passa disso. O clichê ainda reina no fim da história o que faz desanimar um pouco, porém nada que não se mereça vê-lo, mesmo que em DVD.

Anúncios

15 Respostas

  1. Pelo o que disse, a ausência da Obra-prima Valsa com Bashir dentre os indicados é mais uma tolisse da academia. Mas, talvez não a colocaram para concorrer por ser uma “animação” não recomendada para menores de 18 anos. Ainda assim, parece ser um filme bem simpático, portanto, podemos tirar bons momentos dele.

    Ps: Tem mais selo pra vc la no Cine ao Cubo.

    Abraços!

  2. Cara, assirtir em 3D é interessante… Em cinema, só me lembro de ter assistido “A Hora do Pesadelo VI”… Gostei daqui… Voltarei… Valeu…

    Final Cut Edições
    http://www.finalcutedicoes.blogspot.com

  3. Eu to louco pra ver. E posso ser sincero? Sua nota é bem alta e, mesmo assim, foi a menor que vi alguém dar ao filme.

    Abs!

  4. Adorei esse filme. Simpático e delicioso, a todo momento consegue nos fazer rir e até mesmo chorar. Abraço!

  5. Rapaz, fiquei curioso de ver o filme com sua cotação, rs…

    Mas passei aqui por outro motivo, avisar que respondemos ao selo que você nos passou… Será que agora vc ganha sua caricatura? Rs… abraços

  6. “Bolt” é a grande surpresa do ano até o momento. Não esperava grande coisa dessa animação, até pelo fato da Disney não ter apresentado nada de muito relevante nos últimos anos (fora da parceira com a Pixar, claro). E se tinha um filme que deveria sair para sar lugar a “Valsa com Bashir”, esse seria “Kung Fu Panda”.

  7. Pois é, eu já não gostei. Achei infantil ao extremo o roteiro. Mas opiniões e intrepretações são pessoais, por isso respeito a sua.
    =)

  8. nao assisti, mas parece ser bem simpatico!

  9. Achei “Bolt” extrememante simpático, me conquistou logo nas primeiras cenas. Uma grata surpresa, pelo desenvolvimento da trama – e mesmo que o fim seja clichê (afinal, que animação não termina de maneira clichê?), o filme é ótimo passatempo.
    Nota: 8,0

  10. “Bolt” é muito legal! Achei bem original e divertdo…

  11. Eu adorei “Bolt Supercão” e concordo que a indicação ao Oscar foi super merecida. Mesmo assim, vou discordar de você, uma vez que não achei este filme nada clichê. O roteiro, aliás, foi um dos pontos altos da animação, para mim.

  12. Esse desenho deve ser muito legal, quero ver!

  13. Passando pra dizer que deixei um selo pra você lá no Tablito. 😀

  14. […] A SALA Marcelo Silva COMENTANDO CINEMA Matheus Pannebecker CINEMA E ARGUMENTO Robson Saldanha PORTAL CINE Tommy Beresford CINEMA É MAGIA Vinícius Pereira BLOG DO VINÍCIUS Wally Soares CINE VITA […]

  15. Gostei da sua crítica, mas concordo com a Kamila você errou quando disse que esse filme é clichê até porque Wall-e e Up são bem mais clichês e o roteiro foi um dos pontos mais fortes do filme, além disso tem personagens carismáticos ( tirando o hamster), boa trilha sonora e visualmente lindo, enfim dá pra dizer na boa que é da Pixar. Nota 9,5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: