» O Leitor

(Nota: 8,5)
Título Original: The Reader
Gênero: Drama
Diretor(es): Stephen Daldry
Roteiristas: David Hare, baseado em livro de Bernhard Schlink
Ano de Lançamento: 2008.
Elenco: Ralph Fiennes, Jeanette Hain, David Kross, Kate Winslet, Susanne Lothar, Alissa Wilms.
Duração: 123 minutos.
Trailer: Clique Aqui!

Mais um dos indicados ao Oscar. A história é interessante e conta com um fundo temático que geralmente nos entrega roteiros sólidos e que, se bem trabalhado, pode ser indicado a premiações com a iminência de até ganhar. História que, de uma forma ou de outra, sempre me agradam e me atraem são as que tem relação com a Segunda Guerra Mundial, e não é só por causa de bombas e armas mas pela temática. Quando fazia o ensino médio, história era minha matéria preferida e ainda alimento a esperança de que um dia farei um curso de história, só por puro hobby.

Década de 50. Já tendo acabado a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha encontra-se dividida entre oriente e ocidente, ou seja, capitalismo e socialismo. O maior símbolo da bipolaridade do mundo no período da Guerra Fria. No lado ocidental dessa Alemanha dividida, o jovem Michael Berg (David Kross) está meio doente e conhece Hanna Schmitz (Kate Winslet – Foi Apenas um Sonho) que o acolhe e o leva até próximo de casa para que ele seja cuidado. Depois da doença e já com saúde, Michael resolve ir à casa de Hanna para agradecê-la pela ajuda e quando lá aparece já pela segunda vez, acaba-se por se relacionar intimamente com ela, isso faz com que tal fato seja uma rotina e eles tenham um relacionamento mais forte, no qual antes de qualquer relação sexual ele lia livros e mais livros para ela. Porém, certo dia ela vai embora sem deixar vestígios. Ele, já estando na faculdade de Direito vai assistir a um julgamento e descobre que Hanna é uma das rés, e é acusada por matar várias judias na Segunda Guerra quando era então guarda da SS.

Acho que o marco maior do filme encontra-se completamente concentrado em Kate Winslet, não foi á toa que ela recebeu a indicação ao Oscar e ganhou por Melhor Atriz, desbancando grandes nomes como Meryl Streep. Sua atuação é bem singular e ímpar e ela nos mostra uma Hanna que tem sentimentos escondidos mas que curte os momentos que passa com o garoto, mas ao mesmo tempo não são só os sentimentos mas também seu passado e um segredo que ela jamais contaria pra ninguém. Além disso, mostra-a em mais de um tempo, o que manifesta também que Kate amadurece a personagem de forma brilhante. A direção é muito boa e soube lidar com os pontos crucias que a trama precisava, merecendo também a indicação.

O apontamento a Melhor Filme é algo que mostra a beleza que o filme tem em alguns aspectos, mas levando em consideração os concorrentes já era de se saber que não tinha grandes possibilidades de ganhar, assim como realmente não aconteceu. A fotografia é interessante e sensível ao espectador e também aos personagens com angulações particulares a cada cena. Mas acho que faltou algo mais ao filme para que saísse com a satisfação completa. Talvez um pouco mais de interação de outros personagens ou um pouco mais de explicação em pequenos fatos.

16 Respostas

  1. Dei um 7,0 com gosto de 6,5…

    Acho o filme absurdamente insensível e frio. Além de que nem parece ser dirigido pelo mesmo Dladry de Billy Elliot e As Horas.

    E Kate é coadjuvante, rsrsrsrs (VOU MORRER DIZENDO ISSO).

    Abs!

  2. apesar de estar melhor em Foi Apenas um Sonho, Kate faz de sua atuação em O Leitor digna de muitos e muitos Oscars.

    abraços

  3. Acho a atuação de Kate Winslet singular, sim, como você mesmo adjetivou, só que aingular demais – nunca merecia ter ganho este Oscar da Hattaway ou da Streep. Acho que ela mereceu sim, por conta desta ser sua sexta indicação, mas se fosse necessário premiá-la com justiça, que fosse por “Foi Apenas Um Sonho”, onde ela se encaixa bem melhor como protagonista.
    Este filme é o pior de Daldry, achei tudo meio confuso. O primeiro ato é perfeito (não por causa do sexo, que fique claro), por conta do fascínio que Hannah exerce sobre Michael. Do segundo ato em diante tudo desanda – achei as cenas de tribunal chatas e arrastadas, e principalmente as partes em que o Fiennes amarga seu amor pela Hannah no futuro.
    Nota: 7,5
    Abração!

  4. Eu gostei bastante desse filme, Robson, mas como já comentei outras vezes, esperava bem mais do Stephen Daldery. Certo que ele mantém a sensibilidade habitual, mas até mesmo pelo roteiro falho não alcança um resultado tão bom assim.

  5. Que beleza. Achei um filmaço também, até agora, faltando apenas Frost/Nixon para eu assistir dos 5 indicados a melhor filme, O Leitor fica em segundo. Ah, o livro é uma obra-prima, deixo como dica!

    Abs!

  6. Kau,

    Há controvérsias a respeito do que Kate Winslet seria, atriz ou codjuvanete, e eu voito em atriz principal, já que qual seria a principal do filme senão ela??

    Brenno,

    Ainda preciso ver Foi Apenas um Sonho mas não tenho dúvida quando a sua atuação neste filme.

    Weiner,

    Acho que ela tem papel de principal, e vi, sim, a atuação de Meryl e apesar de ter gostado muito dela no filme, acho que Kate se desempenhou um tanto melhor, falta ver Foi Apenas um Sonho para ter minha conclusões. O Fato é que esse filme deu certo comigo e não me enjoou em momento algum nem tampouco fiquei perdido.

    Vinicius,

    O roteiro tem suas falhas, sim. Mas acredito que completa seu objetivo, o que é satisfatório. Talvez eu não esperasse mais por pouco conhecer sobre a filmografia de Daldry.

    Pedro,

    Que bom que gostou, até agora somente Vinicius e você concordam comigo. Acho que terá um gosto especial em Frost/Nixon que é um grande filme. Ah, lerei o livro sem dúvida mas antes quero terminar a saga de Bella.

    Abraços!

  7. Gostei de “O Leitor”, mas discordo, por exemplo, da indicação recebida para Melhor Filme, no último Oscar. Acho que o filme só funciona mesmo quando Kate Winslet e David Kross estão juntos em tela…

  8. Sabe de uma coisa? O que mais me encantou em “O Leitor” nem foi o desempenho de Kate Winslet. O marco maior do filme, na minha opinião, é a sequência protagonizada por Lena Olin. É o melhor momento do filme!

  9. Kamila,

    Engraçado, pra mim funcionou do início ao fim. Tudo bem que a parte de Fiennes não é das melhores mas é interessante mesmo, creio que valeu a pena ser indicado a Melhor Filme.

    Alex,

    Só você mesmo… ha ha ha Stranger

    Abraços!

  10. Robson, juro que não entendi! A cena ao qual destaco é onde se concentra o melhor de toda a narrativa. Acredito que as pessoas interpretam “O Leitor” de formas bem diferentes. A minha versão sobre o filme é de pessoas que não conseguem se afastar do passado. A Hanna de Winslet das suas crueldades em campo nazista. O Michael de Fiennes da sua paixão da adolescência. Já a personagem de Lena Olin é o que, de certa forma, fecha esse elo, erguendo a cabeça depois do trágico passado que todos os judeus passaram. “Só você mesmo”? Por favor, né!

  11. Alex,

    Só em outra vida nossas opiniões vão combinar… meodeus! hehehe

    Abraços!

  12. Robson, vi seu comentário com o Kau e acho que um filme não precisa ter essencialmente uma mulher como protagonista – já que todo o centro dramático de “O Leitor” está em Michael e não em Hannah. É ele que mais sofre por conta das mentiras dela, é ele que a procura depois de anos presa (enviado os tapes), é ele que se assusta ao vê-la presa, etc. Ela, ela só serviu de: 1) descoberta amorosa e sexual; 2) fantoche do nazismo. Só por tempo em tela (sim, ela aparece bastante) não a classifica propriamente como protagonista.
    Não sei se me entendeu… Mas, tudo bem, digo isso apenas porque sou chato e insistente (rsrsrsrs), é claro que respeito totalmente sua opinião – até porque o Oscar (e seus milhares de membros) acabaram considerando-a como actress lead e não support.
    Um abraço!!!!

  13. Weiner,

    De fato. Isso mostra que ela poderia ser classificada como Atriz Coadjuvante, mas eu ainda acho que foi definido como Atriz. Também sou chato e insistente. hehehe

    Abraços!

  14. Para mim, é um filme sobre a vergonha. E é um muito belo. Mas ele tem suas falhas, como o fraco desfecho. No geral, porém, é ótimo cinema.

    Nota 8.5 [****]

    Ciao!

  15. ótimo filme e ao lado de doubt um dos melhores do oscar na minha opiniao. de fato a interpretacao d winslet é excelente, mas sua peronsagem ajuda mto. so acho que o ralph meio que acaba nao contribuindo mt c o filme e tornando o seu personagem menos atraente. gosto mto do roteiro e ha mto tempo nao me envolvia com uma historia a ponto de torcer pelos personagens como nesse filme.

  16. […] MOVIOLA DIGITAL Ramon Scheidemantel CINEMA EM CASA Renan Barbosa O EMBASBACADO Robson Saldanha PORTAL CINE Tommy Beresford CINEMA É MAGIA Vinícius Pereira BLOG DO VINÍCIUS Vinicius Silva SOB A MINHA […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: