» X-Men Origens: Wolverine

(Nota: 6,0)
Título Original: X-Men Origins: Wolverine
Gênero: Aventura
Diretor(es): Gavin Hood
Roteiristas: David Benioff, baseado em personagens criados por Len Wein.
Ano de Lançamento: 2009.
Elenco: Hugh Jackman, Liev Schreiber, Danny Huston, Will i Am, Lynn Collins, Kevin Durand, Dominic Monaghan, Taylor Kitsch, Daniel Henney.
Duração: 107 minutos.

Demorei mas voltei. A vida não anda nada fácil pessoal. A faculdade em final de semestre é uma verdadeira insanidade e eu não tive tempo nem pra respirar nesse último mês. Provas e trabalhos preencheram todo o meu tempo disponível, filmes e blogs não foram possíveis nesses tempos. Mas agora está tudo acabando, última prova hoje e arranjei um tempinho de quarta (24/06) que não estagiei para escrever. Nesses dias turbulentos dei um pulo no cinema pra relaxar um pouco e escolhi o filme de um dos personagens mais enigmáticos dos X-Men para assistir, sabendo das ressalvas que muitos dos colegas blogueiros já haviam sinalizado.

Quando pequeno Logan (Hugh Jackman A Lista – Você Está Livre Hoje?) descobre que tem um poder e que é igual a ser irmão Victor Creed (Liev SchreiberUm Ato de Liberdade), depois de matar seu pai ele foge com o irmão e vivem feito andarilhos, até crescerem. No comando de uma forte equipe de grandes mutantes está William Stryker (Danny Huston – O Reino), ele comanda esse grupo com, em média, sete pessoas que deveriam fazer trabalhos para o governo americano. Porém, com o tempo Logan vê que o que está fazendo não condiz com o que acredita e resolve sair do grupo e passa a viver como um simples serralheiro e com uma mulher, sendo posteriormente perseguido por alguns da equipe desfeita.

Engraçado. Quando eu era mais novo, o maior sentimento que um filme do X-Men tinha em mim era quando terminava o filme e queria a todo o custo ser um mutante, achava aquilo um máximo e era o suficiente para eu adorar o filme. Eu cresci, amadureci e não sei se é por causa disso e se porque o filme realmente não é do melhores. Achei que o primeiro filme que desvenda muitos dos mistérios dos mutantes não iria deixar a desejar e encontraríamos grandes coisas, porém não foi isso que vi. O roteiro do filme não passa nada de muito valioso que qualquer um que, ao menos, curta X-Men já não saiba e isso já o faz perder crédito.

A história é bem previsível, sem nada que possamos nos admirar de verdade, salvo em pequenas ocasiões e cenas que acabam sem tanta repercussão no geral. As atuações não são das mais elogiáveis e chegam até a ser caricatas em algumas situações. Achei que a trilha sonora foi uma das poucas coisas que ajudaram no contexto geral do filme, porque até os efeitos especiais, a meu ver, não foram grandes favorecedores do filme. Um pequeníssimo destaque para a fotografia, porém sem tanta necessidade de indicação. Enfim, este é um filme que poderia ter sido melhor, mas não é muito memorável, infelizmente.

12 Respostas

  1. Típico Domingão Maior! O filme é ruim, mas é bom! Hugh Jackman segura a onda!

    Abs!

  2. Otávio,

    Hahahaha acho que você falou bem , ele é ruim mais é bom!

  3. Talvez, não valha nem pela ação!

  4. EFEITOS VISUAIS GRANDIOSOS E UM CONTEÚDO FRACO.

  5. Sendo fã da série principal dos X-MEN, parece que não perdi tanta coisa ao optar por ver WOLVERINE no conforto de casa, quando eventualmente sair.
    Uma pena o filme não ter sumo, coisas importantes a passar, ao contrário dos demais, mas enfim…

  6. Não gosto. Acho chato, mal acabado, sem história e fora de tom. Um dos piores do ano!

  7. Eu não sei até que ponto é válido um artista levar um filme nas costas. O fato é que se Hugh Jackman quiser que eu volte a vê-lo nos cinemas, não será através de Wolverine, para mim, fórmula já excessivamente gasta.

  8. Cleber,

    Não é bem assim, mas decepciona em alguns aspectos.

    Brenno,

    Vamo usar o princípio de que os efeitos são necessários, mas nem sempre são bem feitos.

    Gustavo,

    Achoi que não fez mal em deixar pra DVD.

    Matheus,

    Também não chega a tanto, meu caro.

    Roberto,

    Eu gosto de Hugh e acho que ele não teve culpa, sinceramente.

    Abraços!

  9. Efeitos visuais alternados. Erros de continuidade. Tomadas alternadas, mas corajosas. Boa edição, som e película. Boa estrutura narrativa. Um filme que atendeu muito bem as expectativas e o que foi proposto: entretenimento e show.

    NOTA (0 a 5): 3,5
    ***

  10. Robson, para mim, este filme só se transformou naquilo que eu esperava dele quando Logan vira Wolverine de vez. A obra é pra lá de irregular!!!

  11. Anderson,

    Não conseguir ser tão timista assim com tal filme.

    Kamila,

    É bem irregular mesmo, é estranha!

    Abraços!

  12. […] Alex Gonçalves CINE RESENHAS Alex Sandro Alves APAIXONADO POR CINEMA Amanda Aouad CINE PIPOCA CULT Brenno Bezerra BRENNO BEZERRA Cecilia Barroso CENAS DE CINEMA Diego Rodrigues CINEMANIA Fabio ‘Miojo’ Reis O CARA DA LOCADORA João Paulo Rodrigues CINE JP Kamila Azevedo CINÉFILA POR NATUREZA Luciano Lima A SALA Marcelo Silva COMENTANDO CINEMA Matheus Pannebecker CINEMA E ARGUMENTO Otavio Almeida HOLLYWOODIANO Pedro Tavares CINEMA O RAMA Rafael Carvalho MOVIOLA DIGITAL Tommy Beresford CINEMA É MAGIA Wally Soares CINE VITA Wanderley Teixeira RAINING FROGS Robson Saldanha PORTAL CINE […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: