» A Noviça Rebelde

(Nota: 9,5)
Título Original: The Sound of Music
Gênero: Musical
Diretor(es): Robert Wise
Roteiristas: Ernest Lehman, baseado no livro de Howard Lindsay e Russel Crouse
Ano de Lançamento: 1965.
Elenco: Julie Andrews, Christopher Plummer, Richard Haydn, Peggy Wood, Anna Lee, Portia Nelson, Ben Wright, Daniel Truhitte, Norma Varden.
Duração: 172 minutos.

Eu dou minha mão à palmatória. Não adianta, me rendi aos musicais, entretanto acho que o principal fator para isso foi saber escolher bem, não é qualquer um que se pode dizer que vale a pena ver. De agora em diante vou parar de dizer que não gosto de musicais, começou com Moulin Rouge: Amor em Vermelho passou por Cantando na Chuva e agora A Noviça Rebelde. Há muito adiava ver esse filme porque era longo demais, no entanto depois que me disseram que não se via o tempo passar resolvi arriscar e percebi a mais pura verdade: o filme é tão agradável que o tempo passa de forma impressionante.

O mundo passava pelo terror do poder nazista no final dos anos 30, nessa época a noviça Maria (Julie Andrews – Encantada) estava confusa quanto ao seu futuro já que não conseguia seguir mais as rígidas normas do convento. Aconselhada pela Reverenda Madre, Maria vai ao encontro das crianças Von Trapp para tornar-se governanta, filhas do severo capitão Von Trapp (Christopher Plummer – A Casa do Lago), viúvo que cria seus sete filhos. Em uma família que a alegria não prevalecia desde a morte ds mãe, Maria vem para trazer a felicidade de volta à família colocando mais melodia na vida das crianças, fato que muda drasticamente a vida de todos, inclusive a do capitão.

Sempre encontrei na sessão da tarde aquela velha história clichê da mulher que se torna babá de um homem muito rico e arrogante e que no fim das contas doma as crianças traquinas e se apaixona pelo pai arrogante que só precisava de um amor verdadeiro. Pra mim essa fórmula estava mais do que extrapolada, mas não entendia de onde ela havia se originado até que me dou conta da história da noviça rebelde. Quer queira, quer não, essa é a história real e original sobre os diversos filmes que geraram depois. Encontramos uma nova e bela Julie Andrews que nos encanta logo de início com uma admirável voz que só faz melhorar juntando-se a outras tão esplêndidas vozes do filme. A melhor fórmula é a das músicas que se mostram extremamente envolventes com o espectador e, para os que nunca viram como eu, o fato de músicas que antes escutei, serem no caso, as desse musical, surpreendendo-me.

Para mim, como vi o longa agora, quebrou-se o paradigma da mulher má que irá se casar com o amor da vida da governanta. A Baronesa Schraeder interpretada belamente pela charmosa Eleanor Parker quebrou meu estereótipo de pessoa má que fará tudo para não perder seu casamento, isso é perceptível principalmente na cena em que desfazem o noivado, é muito bela a atitude da baronesa, na verdade. Outro fator simpático é que quando cremos que a história termina com um belo final feliz, vemos que a vida de casada de Maria prossegue e que ela tem que viver cada momento com o marido, inclusive os tormentos que o poder de Hitler trazia a toda Áustria e países irmãos. Fiquei feliz e contente com o efeito final de A Noviça Rebelde e comprovo, ao contrário de Grease – Nos Tempos da Brilhantina, que o filme não foi superestimado e que merece todo elogio, é um grande musical, digno dos Oscar’s que ganhou e que foi indicado.

13 Respostas

  1. Esse é um clássico, que ainda não tive a chance de ver.

  2. ATÉ QUE ENFIM VOCÊ SE RENDEU AOS MUSICAIS!! HEHEHE

    EU AMO ESSE FILME, AMO DE TODO O MEU CORAÇÃO… ÁS VEZES ACHO QUE É O MELHOR FILME QUE EU JÁ VI NA MINHA VIDA, ME ENCANTANDO EM CADA CENA E FICO FELIZ DE VOCÊ TAMBÉM TER AMADO.

    ABRAÇOS

  3. Cleber,

    Veja, não se arrependerá!

    Brenno,

    Eu adorei mesmo, não seria capaz de dizer o mesmo, que é o meu melhor filme, mas creio que é um filme muito bom e marcante, sem sombra de dúvidas… pois é, me rendi mesmo!

    Abraços!

  4. Eu gosto muito deste filme (só não da tradução do título, argh!). Acho que “A Noviça Rebelde” revolucionou o jeito de fazer musicais. É divertido, um ótimo entretenimento para toda a família e, apesar de longo, não é cansativo. Abraço!

  5. Esse é um daqueles clássicos do cinema que precisava conferir e não faz muito tempo que fiz isso. Apesar de estar um tanto envelhecido, sem dúvida é um dos melhores do gênero que já vi.

  6. Rafael,

    Exato! Revolucionou, de fato, os muscais, foi um divisor de águas do gênero. Eu também não gosto muito do título, porque não O Som da Música? =)

    Vinicius,

    O fato de ser antigo, pelo menos no dvd que vi, nem faz tanta diferença. Mas é, mesmo, um dos melhores do gênero!

    Abraços!

  7. Não tenho dúvidas de que este seja o melhor musical já realizado por Hollywood. É a conjunção perfeita entre criatividade (de Wise) e talento (Andrews, Plummer, Parker e as crianças). Belíssimas canções (adoro aquela “Do, Re, Mi” e aquela “Going on Seventhen”).
    Por estranho que pareça, muitas pessoas acreditam terem visto esta história em algum lugar, mas não! “A Niviça Rebelde” é pioneiro – e serviu para milhares de imitações que viriam anos depois.
    Nota: 10
    Abraço!

  8. É mesmo um ótimo filme. Julie Andrews está maravilhosa nessa que é, ao meu ver, a sua melhor performance no cinema. E as músicas são deliciosas.

  9. Por coincidência, estou com o cd da trilha aqui do meu lado e agora com o teu post me deu vontade de ouvir novamente =P

    enfim, acho que “A Noviça Rebelde” é uma obra-prima dos musicais, exatamente porque consegue reunir ótimas canções, uma boa história e excelentes personagens na medida exata. Inesquecível!

  10. Adoro musicais, esse foi realmene marcante, faz tempo q assisti, minha nota foi 9.0 na época, sinal de q achei excelente, bela lembrança!
    Ps.: Lhe convido a participar de um jogo de adivinhações de filmes no meu blog, apesar de já estar na 5° edição, seria legal contar com sua participação, pois notá-se q tens um excelente conhecimento pela sétima arte!
    Abs! Diego!

  11. Weiner,

    Foi justamente o que falei, ele foi o original e muito eu via sobre essa fórmula, mas nenhuma deu tão certo quanto a verdadeira.

    Diego,

    As músicas são deliciosas, uma harmonia agradável…

    Matheus,

    Inclusive irei baixar… hehehe

    Dewonny,

    Dei uma olhada lá mas sou tão ruim com essas coisas! =)

    Abraços!

  12. Não é à toa que se rendeu aos musicais, Robson, vendo maravilhas encantadoras e inesquecíveis como A NOVIÇA REBELDE… 😉

  13. Um musical delicioso de ver e sempre é um prazer ver e rever várias vezes, rsrsrs. 😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: