» Arrasta-me para o Inferno

(Nota: 7,5)
Título Original:Drag Me to Hell
Gênero: Terror
Diretor(es): Sam Raimi.
Roteiristas: Sam Raimi, Ivan Raimi.
Ano de Lançamento: 2009.
Elenco: Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver, Dileep Rao, David Paymer, Adriana Barraza, Chelcie Ross, Reggie Lee, Molly Cheek, Bojana Novakovic, Kevin Foster, Alexis Cruz.
Duração: 99 minutos.

É bom, de vez em quando, curtir um pouco os filmes do gênero que mais assusta as mocinhas românticas, o terror. Seja ele um filme realmente comprometido em somente assustar, fato que nem sempre tem grande êxito. Ou então pode ser daqueles em que há uma mescla entre o humor a e terror e que pode mostrar uma boa pedida para quem quer ver algo diferente. Este último é o mais novo trabalho do diretor Sam Raimi que já nos proporcionou bons projetos como os dois primeiros filmes da trilogia do Homem-Aranha e trabalhos não tão bons como o último lançado da trilogia.

Christine Brown (Alison Lohman – A Lenda de Beowulf) é uma jovem mulher que trabalha no banco como analista de créditos para a empresa. Visando garantir sua vaga como assistente da gerencia, Christine procura ter uma postura mais rígida. Uma senhora aparece no banco para pedir que não a retirem de sua casa que mora há trinta anos, não podendo conceder mais crédito, ela nega-a veementemente.

Com isso, a senhora, inconformada, vai até seu encontro e lança uma maldição sobre ela por ter negado o empréstimo e tê-la feito passar vergonha. Daí em diante ela passa a correr contra o tempo para tentar desfazer a maldição, já que o ‘diabo’ está a rondado para capturar sua alma.

Se for para analisar bem a história do filme, pode-se concluir que não é das mais instigantes, porém deve-se levar em conta que trata de certa originalidade que anda em falta nos últimos tempos quando o assunto é terror. Eu esperava um filme em que o terror fosse levado a sério e quando assisti me deparei com um terror muito bem feito e que, no entanto, nos proporciona boas cenas de comédia nas quais todo o cinema curtiu.

O fato é que a questão ‘trash’ do filme dá outra visão da forma de como se fazer um terror e ainda assim fazer sucesso sem beirar ao ridículo. Raimi conseguiu atingir a massa e não decepcionar. O final não é o que todos esperam e, ainda assim, nos dá aquela sensação de que valeu o ingresso. Mas, ainda há quem acredite que o filme é mal feito e que não merecia o ingresso e não compreende que aquilo é de certa forma, bastante proposital. Original é o nome.

20 Respostas

  1. Não vejo a hora de assistir esse filme, postei no meu blog sobre ele, mas estou muito afim de conferir!!!

  2. Na verdade estou ansioso por esse filme justamente por ele não ser um terror “sério”, mas sim um resgate à parte trash do gênero.

  3. […] Saldanha PORTAL CINE “O fato é que a questão ‘trash’ do filme dá outra visão da forma de como se […]

  4. Ricardo,

    Assista, acho que não irá se arrepender.

    Vinicius,

    Acho que vai ser do seu agrado, o filme tem um propósito diferente o que torna-o atraente.

    Abraços!

  5. Quero ver o filme mais pelo burburinho criado que por ele em si mesmo. Não sou dos mais fãs do terror, nem do trash, muito menos do Raimi. haha Mas irei conferir só com a intenção de diversão mesmo.
    Vamos ver no que dá.

    Abs!

  6. Hahahahahahahahaha, eu MORRI de medo nesse filme. Sem brincadeira. Enquanto o pessoal caía na risada, eu colocava as mãos no rosto pra não ver algumas cenas.

    Drag Me To Hell é um dos melhores filmes de terror dos últimos anos!

    Abs!

  7. Victor,

    Eu gosto de um terro de vez em quando e não tenho nada contra Raimi, tirando Homem-Aranha 3 que não é dos melhores. Assista, diversão é certeza.

    Kau,

    Cara, você é beeeem medroso hein? Não vou mentir que me assustei, inúmeras vezes, mas não tinha medo do que pudesse aparecer. Acho isso um máximo, a expectativa do susto… hahahaha

    Abraços!

  8. Ainda não consegui assistir. O que chama atenção no trailer é a intensidade de terror que o filme vai ganhando no decorrer da história. No vídeo promocional começa como qualquer popcorn, mas do meio pro final o negócio fica pesado, achei interessante este ponto.

  9. O filme parece bom, mas, não sei. Tenho que adimitir que tenho medo de “infartar” ao vê-lo, rsrsrsrsrs. 😉

  10. Um filme nostálgico, bem humorado e que deve ter sido um bom descanso pro Sam Raimi entre a franquia “O Homem Aranha”.

  11. Amei a energia deste filme. A criatividade, a inspiração e todo o conto de moralidade. Um dos filmes do gênero que mais apreciei em muito tempo!

    Nota 8.0 [****]

  12. eu adoro os filmes de Sam-trash (“a morte do domônio” e “noite alucinante”), acredito que é ali que ele se faz, diverte mais do que filmar Spider, e consegue colocar o melhor dele na tela. Arrasta-me me fez lembrar esse filmes clássicos de que dou muita risada, e até mesmo, me assuto um pouco. Afinal, esse último é o que menos importa para mim.

  13. Fernando,

    O filme é intenso do início ao fim e cumpre com as duas funções de divertimento e susto, claro!

    Mayara,

    Você é tão nova pra enfartar. Mas se tem muito medo de sustos, não recomendo.

    Kamila,

    Bote bom descanso nisso.

    Wally,

    Fazia tempo que eu também não apreciava um bom filme de terror, muito tempo mesmo.

    Luis,

    Pois eu vou pro cine é pra me assustar mesmo, é uma coisa meio masoquista mas é a mais pura verdade, os risos foram consequências ótimas no filme!

    Abraços!

  14. Pra mim é um dos melhores do ano, adorei esse retorno do Sam Raimi ao genero q lhe revelou, comentei no meu blog sobre o filme. nota 8.0!
    Abs! Diego!

  15. Não que duvide de Sam Raimi, mas não esperava gostar tanto do filme como gostei. Eu gritei no cinema de susto, mas também me diverti. É deliciosamente trash. Concordo com tudo, meu caro.

    []s!

  16. Pois é, eu pensei que seria algo pra sentir medo mesmo, mas não é beeem assim. Digamos, não é um [REC] em termos de assustar de fato, mas tem os seus momentos.

    Acho que eu sou um dos poucos que acha A Morte do Demônio um filme horrível… certamente Raimi evoluiu um monte esse gênero “terrir” com o Arraste-me p/ o inferno. Valeu a pena ver no cinema, sem dúvida.

    ABS

  17. Está aí o exemplo de um terror bem feito. Raimi é o cara… gosto muito do seu trabalho!!!

  18. Filmaço, um dos melhores do gênero dos últimos anos. Raimi fez tudo certo e ainda um pouco mais.

  19. Muchas gracias my friend!

  20. Eu gostei d evil dead,isso quer dizer q vou gostar desse?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: