» Foi Apenas Um Sonho

(Nota: 7,5)
Título Original: Revolutionary Road
Gênero: Drama
Diretor(es): Sam Mendes
Roteiristas: Justin Haythe, baseado em livro de Richard Yates.
Ano de Lançamento: 2008.
Elenco: Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Michael Shannon, Ryan Simpkins, Ty Simpkins, Kathy Bates, Richard Easton, Sam Rosen, Maria Rusolo.
Duração: 119 minutos.

Há onze anos foi lançado um filme que foi um grande sucesso em público e em crítica em todo o mundo e que mostrou uma química enorme entre os personagens Jack e Rose, estrelados por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet respectivamente, chamado de Titanic. A frente de um novo projeto está o casal que outrora fora completamente apaixonado a bordo de um navio. Agora a realidade bate a sua porta nessa nova história e eles são, inicialmente, completamente apaixonados, mas depois começam a enxergar que nem tudo são flores e que os problemas irão aparecer mais cedo ou mais tarde.

Frank (Leonardo DiCaprio) e April (Kate WinsletO Leitor) se conhecem e acabam se casando e formando um casal feliz. Completos sonhadores, nunca desistiram de seguir seus ideais. Conseguem se mudar para uma excelente casa em um condomínio e estão felizes por estarem se realizando, no entanto, com o passar do tempo percebem que estão tomando caminhos que não queriam e que aquilo tudo não os realizam completamente. Frank trabalha em uma empresa que não gosta nem um pouco e April é uma infeliz dona de casa. Dessa maneira, April propõe uma renovação em suas vidas, mudar-se para Paris e viverem uma nova vida, no entanto para que isso possa ocorrer eles terminam por chegar a seus extremos.

É possível perceber que esse casal ainda apresenta a mesma química que apresentou a tantos anos, que eles ainda são capazes de emocionar mesmo que a história não seja das mais belas que falam sobre o amor. Achei interessante essa premissa porque ela trata justamente do contrário, trata daquilo que se acredita ser um american dream às avessas, quando os próprios americanos creem que suas vidas são infelizes, que elas apresentam um vazio sem significado e que mudar de ares é o melhor caminho para preencher esse vazio sem esperanças.

O questionamento sobre até onde pode o sonho tornar-se real ou continuar a ser um mero sonho é foco central da história e nos mostra que nem tudo que queremos e batalhamos para conseguir, pode ser alcançado e que isso pode ter graves consequências quando alguém não aceita de maneira consciente. Quem não concorda que é realmente muito ruim viver sob expectativas sob as quais não se concretizarão? No entanto cada um age e reage de uma maneira diferente e isso ocorre de forma oposta entre os protagonistas da história. Achei muito plausível o aparecimento de John Givins (magistralmente interpretado por Michael Shannon Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto) que, ainda que taxado socialmente de louco, é o personagem que vem para enxertar consciência e coragem na cabeça dos protagonistas e seus questionamentos e afirmações só são bem recebidos quando lhe convém.

O filme tem excelentes atuações e a premissa é interessante. No entanto, ainda que tenha elogiado bastante neste texto alguns aspectos do longa, creio que ele não atinge o seu papel de maneira completa. Acho que o roteiro podia ser mais bem trabalhado em aspectos que o deixasse mais dinâmico. Talvez a real intenção do filme fosse mostrar a agonia e passar isso para o espectador, mas creio que não funcionou muito comigo.

13 Respostas

  1. Não vi ainda, mas a curiosidade fica por conta da reunião de Leo e Kate depois de “Titanic”. Mas estou mais curiosa para ler o livro, que falam que é muito bom.

    Beijos! 😉

  2. Aluguei ele ontem e continuo o considerando um ótimo filme, continuo impressionado com elenco. Concordo que o roteiro deixa um pouco a desejar, apesar de eu ficar maravilhado com as passagens ditas pelo personagem de Michael Shannon.

  3. Este filme também não funcionou comigo. Acho que ele tem até uma boa técnica, mas acaba se perdendo, por exemplo, no exagero da atuação da Kate Winslet. Só se salvaram, pra mim, Leonardo di Caprio e o Michael Shannon.

  4. Mayara,

    Eu tinha curiosidade também, mas acabei me decepcionando um pouco!

    Brenno,

    Não consegui achar um grande filme, achei que o roteiro é um tanto fraco ainda que seu fim seja impressionante.

    Kamila,

    Particularmente eu gostei da atuação de Kate, mas a de Shannon supera qualquer outra! Ele foi intenso!

    Abraços!

  5. Mais que o argumento, são as interpretações que impressionam. Muito emocionantes e intensas.

    Abraço.

  6. Esse filme só valeu mais pelas performances, em especial a atuação da Kate Winslet.

  7. Red,

    As interpretações impressionam e o fim também, de certa forma. Mas é só isso, nada mais me envolveu.

    Vinicius,

    Vale por Kate, Leonardo e Michael!

    Abraços!

  8. Tô na mesma do Red Dust e do Vinicius P… as interpretações são fantásticas, dão vida ao filme!

    agora… qualé do título em português? Puta de um spoiler essa porra…

    curti bastante teu blog cara…
    adicionei ele.

    Abraço.

  9. O filme mais branco do ano. Acho sem emoção, até mesmo sem emoção negativa. Vi e passou. Talvez o problema esteja comigo, admito isso. Mas, apesar das excelente atuações e adorar a estética do filme, não me cativou num todo. Num fica nem entre os 20 melhores do ano, pra mim.

    Abraços!

  10. Achei um filme muito sensível e completamente subestimado… os dois atores mostram que além de grande amigos (estão sempre juntos em premiações) são também bem entrosados… A história em si e o drama – principalmente de April – me cativou bastante em Foi Apenas Um Sonho.

  11. Concordo co Fernando, acho que é sensível e subestimado. Mas tem certas partes meio monótonas que acabam por prejudicar um pouco minha opinião final, mesmo sendo nunca tarde demais vê Kate tão a vontade em qualquer tipo de papel.

  12. Ihh, hoje estamos discordando de tudo… Taí um filme que me deu um soco no estômago, me botou pra baixo… Um filme pra me deixar assim, na minha opinião, tem que ser é muito bom, rs… E a cada filme que pasa eu gosto mais do Leonardo DiCaprio…

  13. É um filme de nuances, do tipo que transmite milhões de palavras e sentimentos com enquadramentos, figurino, composições e, claro interpretações (majestosas!).

    Nota 8.5 [****]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: