» Alice no País das Maravilhas

(Nota: 8,5)
Título Original: Alice in Wonderland
Gênero: Aventura
Diretor(es): Tim Burton
Roteiristas: Linda Woolverton, Lewis Carroll
Ano de Lançamento: 2010.
Elenco: Johnny Depp, Mia Wasikowska, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Crispin Glover, Matt Lucas, Stephen Fry, Michael Sheen, Alan Rickman, Barbara Windsor, Paul Whitehouse, Timothy Spall.
Duração: 108 minutos.

Até onde o conhecimento sobre determinada história influencia ou não alguém ao conferir um filme? A pergunta fica no ar e vejo que alguns enxergam que não é necessário saber demais para entender se o filme é ou não bom e já outros determinam que se sabendo o suficiente é que é possível medir a qualidade do roteiro. Ainda há quem defenda que mesmo sabendo bastante da história, é possível deixá-la de lado e entrar no balanço do roteirista. Eu, realmente, nada sabia da história de Alice além do normal (que todo mundo sabe) que ela caiu no buraco e foi para um mundo subterrâneo. Nunca li nem vi algo que falasse diretamente dessa história.

Como todos sabem (ou os que nada sabem, como eu) a história de Alice foi contada e publicada em 1865 pelo britânico Lewis Carroll. Alice (Mia Wasikowska) é uma jovem sonhadora que ao ver um coelho branco no jardim onde passeia, resolve segui-lo. Ele a leva para um buraco no pé de uma árvore, onde ela cai e descobre o País das Maravilhas. Lá ela conhece diversos personagens e também o Chapeleiro Maluco (Johnny DeppInimigos Públicos) e começa a lidar com muitas criaturas mágicas e muitas vezes más. Pode conhecer a delicadeza da Rainha Branca (Anne HathawayO Casamento de Rachel) mas também teve que enfrentar a ira da Rainha Vermelha (Helena Bonham CarterSweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua).

Nada sabia da história dela, como dito. Dessa maneira, quase tudo que me foi apresentado durante os 108 minutos de projeção foi feito de maneira quase inédita. Assim, não posso ser um grande crítico da história no contexto geral porque ela realmente me agradou. Alguns vieram me dizer que ela é enfadonha e ao conferir o longa não consegui constatar tal fato e posso dizer que tenho propriedade para falar porque minha sessão foi de meia-noite. Outro fator que contribui para a aceitação da película é não ter criado tantas expectativas, na verdade isso sempre ajuda.

Não tenho o que reclamar da direção de Tim Burton (A Noiva Cadáver) que a mim sempre agrada ainda que seu ar sombrio já não mais seja tanta novidade em suas fitas. Ainda assim, entendo que ele tenha dirigido de maneira competente. Porém o critério mais elogiável e, portanto, de maior responsabilidade do filme fica por conta da direção de arte que nos entregou um espetacular visual que em muitos momentos (não todos) combinou de maneira interessante com o 3D. Deve-se ter especial atenção ao figurino do filme que é bem particular e interessante, até bonito em sua maioria.

Quanto ao roteiro, eu gostei. É indiscutível quanto ao fato de que os clichês são óbvios, entretanto creio que por se adaptar de uma obra tão antiga, é quase que impossível não fugir deles. Sem contar que a magia da história infantil quase sempre se baseia no critério em que no fim o mal é vencido e o bem prospera. Isso não prejudica totalmente o filme e deve ser visto de maneira compreensiva. Se ainda tinha dúvidas de querer vê-lo, não tenha. Apesar de muito reclamarem, vale a pena pagar o ingresso.

Anúncios

15 Respostas

  1. Concordo com as coisas que disse. Mas é como eu digo: o melhor da festa é esperar por ela. A impressão que eu tenho é que gostava mais do ALICE quando ele não havia estreado. Agora, ficou apenas um gosto meio amargo e a certeza que de poderia ter sido melhor.

  2. A trilha sonora do filme é belíssima. Helena Bonham Carter está impecável no papel da cabeçuda e invejosa Rainha Vermelha. Tim Burton é um gênio!

  3. Xico,

    Entendo perfeitamente. O problema é que criaram expectativas demais para algo que por ser tão delicado não se deve criar. Creio eu.

    Leno,

    A trilha é realmente muito boa e esqueci de comentar. Vejo que gostou tanto quanto eu, do longa!

    Abraços!

  4. Eu também não conheço muito da obra do Lewis Carroll, mas gostei muito do filme dirigido pelo Tim Burton. Ótima técnica, só acho que ele pecou por não ter ousado demais. A ousadia que essa história pedia. Agora, quem domina o show totalmente é a Helena Bonham Carter. AMEI a performance dela.

  5. Adaptações são sempre facas de dois gumes…
    Naum acho q as adaptações cinematográficas devam ter uma fidelidade canina das história em que se baseiam. Elas podem mudar os rumos dos acontecimentos, como era a intenção inicial de Alice de Tim Burton, algo q Christopher Nolan faz brilhantemente com o Batman, por exemplo(inesquecível a recriação do Coringa). Mas a essência da personagem deve ser mantida, suas características vitais, seus anseios etc. , se naum o sentido de se contar aquela história some. O fato é q senti falta disso na Alice q Burton concebeu e q foi interpretada pela Mia, o q estragou por inteiro a obra(afinal, se a protagonista é fraca, o q mais resta). Além disso o argumento da nova história, ao meu ver, é bem fraquinho, naum vi razão para um retorno de Alice aquele mundo, q aliás nunca saiu da cabeça da menina e q aqui, pelo menos a meu ver, dá a impressão de ser totalmente real.
    Gostei pelo visual e por algumas interpretações de coadjuvantes como Carter, Depp e Hathaway.

  6. Eu ainda não vi =/ Mas pretendo corrigir essa falha ainda esta semana…

  7. Kamila,

    Acho que você falou tudo que precisava ser dito.

    Wanderley,

    Em partes concordo com seu ponto de vista. Porém, como a própria Kamila falou, não é possível reinventar um personagem? Isso sempre vai prejudicar o longa? Enfim, Mia também não ajuda muito, mas temos como compensação os próprios atores que você citou.

    Cinebuteco,

    Veja e volte aqui pra dizer o que achou.

    Abraços!

  8. Creio que cinema e literatura são formas de arte independentes, com características próprias. Se, em algumas oportunidades, temos filmes inferiores aos livros, em outras temos filmes que superam os livros (como em “O Poderoso Chefão”). No caso deste “Alice”, fiquei um pouco decepcionado, pois esperava mais do Tim Burton, mas acredito que algumas de suas ideias devem ter sido tolhidas pela Disney, que sempre quer um resultado no estilo “filme família”. Eu daria 7,5.

  9. Talvez seja a nota mais alta até agora, particularmente acho que Tim Burton continua se predendo ao visual e esquece de todo o resto, parece filme de produtor!

  10. Certamente tinha muitas expectativas para o filme, mas tentei dimunui-las após todos os comentários dando conta que não tratava-se de um grande filme do Burton. Ainda tenho que ver, mas espero um bom resultado.

  11. Assim, muitos estão se decepcionando, também não é pra menos meu amigo. Infelizmente é um filme que consegue funcionar mais para quem é fã do diretor, mas consegue ser falho como filme em si, parece que não existe mais uma variedade de estilo dele. É como se ele sempre aplicasse a formula do sucesso e esquece de inovar, ou pelo menos ser inesquecivel.

    Todas as caracteristicas dele como diretor e os principais pontos especificos como direção de arte e o bom trabalho com Depp e Carter conseguem para muitos suprimir o vazio que é o filme …

    E sim, não sou fã e nem tão pouco estava muito ansioso e quebrei a cara … imagine o resto …
    Abraços

  12. Vejo nesta semana, finalmente. Amo a história de Lewis Carroll e o desenho da Disney e espero que pelo menos se mantenha o clima.

    Beijos! 😉

  13. Oi Robson,

    eu te recomendo urgentemente o filme “Alice no País das Maravilhas” de 1951, produzido pela Disney. Achei o filme do Tim Burton bastante superficial ao abordar algumas questões, que na verdade, não são para fazer tanto sentido, e sim, para deixar questões no ar.

    Abraço!

  14. o que significa a glriam day,explique com suas palavras?

  15. […] ser: Alice no País das Maravilhas: Colleen […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: