» Tudo Pode Dar Certo

(Nota: 8,5)
Título Original: Whatever Works
Gênero: Comédia
Diretor(es): Woody Allen
Roteiristas: Woody Allen
Ano de Lançamento: 2009.
Elenco: Steve Antonucci, Ed Begley Jr., James Thomas Bligh, Adam Brooks, Henry Cavill, Patricia Clarkson, Willa Cuthrell-Tuttleman, Larry David, Marcia DeBonis, John Gallagher Jr., Cassidy Gard.
Duração: 92 minutos.

O tempo passa e os filmes de Woody Allen (Crimes e Pecados, Vicky Cristina Barcelona, O Sonho de Cassandra) avançam junto com suas idéias sobre os relacionamentos. Apesar de sua idade, Allen ainda tem ideias bem próprias sobre romances e também sobre como as pessoas se comportam. O que me chama a atenção em seus filmes é justamente esse traçado particular sobre como são suas visões a cerca da vida de outros. Seja através de um triângulo amoroso, de dois irmãos quebrados (financeiramente) ou de um escritor que mistura ficção com realidade. Neste longa, há agora a visão de um homem mais velho e inteligente mas completamente intolerante.

Boris Yellnikoff (Larry David) é um idoso um tanto rabugento, ex-professor universitário e que não tem a menor paciência com ‘ burrice’ de seus alunos de xadrez tendo como primeira reação insultá-los. Vive sozinho por acreditar ser o único capaz de compreender o caos do universo e também como o homem é insignificante. Certa vez, próximo a entrada de seu apartamento ele é interceptado por Melodie St. Ann Celestine (Evan Rachel WoodO Lutador) que diz estar com fome e ele, mesmo que a contra-gosto, a convida para entrar e ela acaba ficando mais do que o esperado. Não tendo planos para ir embora, ela acaba que posteriormente se interessando por ele.

Eu gosto do cinema de Allen, gosto mesmo. Muitos adoram apontar mil defeitos, mas ele tem seus fiéis fãs que se agradam a cada trabalho. É lógico que nem todos são maravilhosos e ele também erra, porém vi esse como mais um acerto. Uma característica que me agrada em alguns filmes dele é justamente o ar um tanto intolerante e crítico que chega a ultrapassar limites como no caso de Desconstruindo Harry. A visão social do contraste entre a juventude que inspira felicidade e inovações e a velhice que respira rabujo e mal-humor são muito bem tratados nessa relação Boris-Melodie.

E mais uma vez ele mostra quem nem todos os relacionamentos tem um caráter eterno e que por uma besteira qualquer pode ruir como se fosse quase que intrínseco a todo sentimento mutuo. Assim como permite mostrar que nem todos são como gostariam de ser, fato refletido nas atitudes da mãe e do pai de Melodie após saírem do interior e chegarem a cidade grande e depararem com as diversidades. O contexto geral do filme é realmente bom e podemos dizer que faz jus ao bom cinema de Woody. O filme estreia na próxima sexta, dia 30/04.

Anúncios

13 Respostas

  1. Eu até gostei desse filme. Como você disse, Allen tem um certo estilo particular que muitos se agradam (não é muito o meu caso, pois apenas gosto) e que dá certo. O melhor desse, para mim, é o entrosamento de Larry e Evan que é de uma cumplicidade maravilhosa.

  2. Quero muito conferir este filme. Só não entendo por quê os filmes dele sempre demoram tanto a estrear em nosso país.

  3. Embora um dos nomes mais importantes da história do cinema, Woody Allen não está mesmo livre de cometer alguns tropeços, como aquele horrendo “Celebridades” (o pior filme dele) e o desfecho bocó de “O Sonho de Cassandra”. Mas quero muito assistir este filme e muito me espanta ele ter uma repercussão menor do que o esperado. Vamos ver se ao menos em solo brasileiro ele adquira um sucesso mais expressivo.

  4. Luis,

    Engraçado né? eu gosto bastante de Allen e de sua maneira de fazer cinema. Mas o entrosamento foi fundamental pra o perfeito funcionamento do longa.

    Kamila,

    Também me faço essa pergunta. Demora MUITO.

    Alex,

    Como bem falou é fato que todo mundo é passível de falhas e ele não é diferente. Ainda que não concorde que o desfecho de O Sonho de Cassandra seja ‘bocó’, como diz.

    Abraços!

  5. Ótimo ler opiniões como a sua. Eu sempre encaro essas comédias mais neuróticas do cineasta com a impressão que serão “apenas mais uma” na filmografia dele. Mas sempre me surpreendo. Espero que isso ocorra novamente com este.

  6. Vejo pouco Allen. Até os mais famosos, infelizmente. Enfim, nasci numa era em que seus filmes já não são mais tão consagrados, mesmo que tenha visto Vicky cristina barcelona e gostado bastante.

    Abraço!

  7. Sem dúvida um bom filme, mas bem longe do que o diretor pode oferecer de melhor. Fico na expectativa pelo próximo trabalho dele.

  8. Ainda não vi o filme, mas Allen é um dos grande autores da história do cinema. Dá pra perceber que aqui ele mais uma vez faz uma incursão autobiográfica, vez que ele é casado com uma mulher bem mais jovem. De qualquer forma, um Woody Allen costuma ser sempre acima da média do que é lançado por aí.

  9. Amo Woody Allen e ainda bem que seja ótimo. Por que, em se tratando de filmes dele, sempre esperamos por um bom filme, pelo menos. À conferir.

    Beijos! 😉

  10. Sou fã do cinema de Allen também, preciso conferir este!

  11. Não gostei tanto. Aliás, achei bem comum… Woody Allen já fez coisas mais interessantes, ultimamente.

  12. Ae garoto, mandando bem. É um filmaço, mas, como sempre, as reclamações são sempre as mesmas – ironicamente um grande clichê. Acredito que o público precisa reaprender a assistir os filmes do Allen.

  13. Vi o filme semana passada, ainda tô devendo uma resenha sobre ele. Mas achei bem bacana! Quando o Allen dá lugar a outros atores para falar de neuroses, quase sempre acerta. Aqui, ele acertou. O protagonista é uma figura ótima – e a maneira como ele vai invadindo a vida dos outros é muito bem feita. As cenas dele ensinando xadrez para crianças são memoráveis!

    Abs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: