» Todo Mundo Quase Morto

(Nota: 7,5)
Título Original: Shaun of the Dead
Gênero: Comédia
Diretor(es): Edgar Wright
Roteiristas: Simon Pegg e Edgar Wright
Ano de Lançamento: 2004.
Elenco: Simon Pegg, Kate Ashfield, Nick Frost, Lucy Davis, Dylan Moran, Nicola Cunningham, Kier Mills¹, Matt Jaynes, Gavin Ferguson, Peter Serafinowicz, Horton Jupiter, Tim Baggaley, Arvind Doshi.
Duração: 99 minutos.

Não sou dos mais simpatizantes com filmes de zumbi e todo mundo já sabe disso. Porém inevitavelmente eu gostei muito de Zumbilândia, que mostra de uma maneira super cômica uma tragédia que já foi mostrada diversas vezes pelo cinema nem sempre de maneira satisfatória. Porém, no embalo do fato de ter curtido aquele filme e também por muitos compararem a este filme, fiquei na vontade de conferir pra saber se realmente valia a pena, se se mostra tão bom quanto. Por se tratar de um filme britânico, o humor empregado é completamente diferente do americano.

Shaun (Simon Pegg) é um homem comum que mora com Ed (Nick Frost), seu melhor amigo, e Pete (Peter Serafinowicz). Freqüentador assíduo de um pub próximo a sua casa, Shaun passa por graves problemas de relacionamento com sua namorada Liz (Kate Ashfield). Concomitantemente, em função de um estranho fenômeno, as pessoas começam a virar zumbis e infectar outros através da mordida e quando o protagonista percebe, tenta de tudo para fugir desse mal e também para salvar aqueles que considera.

Acabei simpatizando logo de cara com o filme quando vi que a vida segue normalmente antes do mal surgir entre a população, acho que isso é interessante para que nos inteiremos sobre a história, ainda que quem queira ver tal filme, já espera o caos logo de início. O filme tem recursos que tentam assustar de maneiras diversas ainda que nós não nos assustemos isso de certa maneira poderia soar negativo, entretanto não vi motivo pra enxergá-lo como tal.

Algumas cenas conseguem tirar boas risadas de quem assiste assim como deixa o ar tenso. Aquela em que estão tentando passar entre os zumbis se passando como tal é bem tensa e engraçada ao mesmo tempo, angustiante também. Talvez meu maior erro seja comparar com o filme supracitado, mas não consegui curtir tanto este quanto a versão americana. Isso porque, como já disse, a versão britânica tem um humor diferente e já não é a primeira vez que não consigo achar esse humor tão interessante assim!

13 Respostas

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Portal Cine and Portal Cine, Robson Saldanha. Robson Saldanha said: #feed No @PortalCine: Todo Mundo Quase Morto »»» http://wp.me/pgwA0-t1 […]

  2. Vi o trailer dele, mas não me interessa em nada esse tipo de filme, rs.

    Abraço

  3. NUNCA assisti a este filme, apesar de todos falarem muito bem dele.

  4. Bah, sei não, pra mim zumbi no cinema é pra meter medo e não risadas…

  5. Eu adoro esses filmes loucos que o Simon Pegg faz…
    Ainda não assisti Zumbilândia, mas gostei bastante do Todo Mundo Quase Morto. Humor britânico é algo que merece mais espaço nesse mundo, viu.

    Farei o possível para assistir esse filme logo… Gosto de zumbis =P

    Ah, e se você tem algum interesse por filmes ingleses e quer dar mais chances para zumbis, assista Extermínio, um dos melhores do gênero.

  6. Nunca assisti esse filme, mas sempre tive muita vontade.

  7. Já passei por esse filmes dezenas de vezes nas locadoras, mas nunca ..

  8. Pelo filme ser agradável de assistir já é alguma coisa, mas quando consegue tirar boas risadas, aí já se tornam pontos extras.

    Abraços!

  9. Eu gosto até mais que você. BEM mais. rsrs. Todo esse lado trash de Edgar me conquistou bastante e os personagens Shaun, Ed e Pete já são imortais no gênero. rsrs

  10. Dei boas risadas com este filme, apesar que concordo que os britânicos fazem um humor diferente dos americanos…

    Beijos! 😉

  11. Bem interessante. Um romance dentro de Resident Evil.

    http://cinematuto.blogspot.com/

  12. falando em comédias com zumbi, tente assistir à Fido. a fita é canadense e fez parte da seleção oficial de sundance em 2007. no geral, acaba tudo descambando prum humor quase infantil, apesar do cunho sócio-politizado ficar evidente… e esse último é o que torna a experiência toda mais interessante. 😉

  13. Adoro esse filme! Inclusive, acho ele melhor que Zumbilândia. Humor britânico a serviço dos mortos-vivos. O desfecho, por exemplo, é muito mais digno.

    Abs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: