» Onde Vivem Os Monstros

(Nota: 8,5)
Título Original: Where the Wild Things Are
Gênero: Aventura
Diretor(es): Spike Jonze
Roteiristas: Spike Jonze e Dave Eggers, baseado em livro de Maurice Sendak.
Ano de Lançamento: 2009.
Elenco: Max Records, Pepita Emmerichs, Max Pfeifer, Madeleine Greaves, Joshua Jay, Ryan Corr, Catherine Keener, Steve Mouzakis, Mark Ruffalo.
Duração: 101 minutos.

Creio que toda criança tem um imaginário fora do comum, pelo menos a maioria consegue pegar um simples papel e fazer dele a sua diversão por horas a fio, sem que fundamentalmente ele seja um objeto direto de diversão. Da mesma forma, existe criança que seu imaginário vai pra um mundo paralelo e não é permitido dizer que elas são autistas ou algo do tipo, a sua inocência faz com que sejam levadas pela pura imaginação onde todos são bons e fazem o que ela deseja, com a diversão sendo sua companheira fiel, porém às vezes a sua mente se confunde e a diversão também pode mudar pra medo ou raiva.

Max (Max Records) é uma jovem criança, sonhador ao extremo, ele provoca mal-criações para a sua mãe (Catherine Keener – Na Natureza Selvagem) em razão da presença de um homem (Mark Ruffalo – Ilha do Medo) em sua casa que não é seu pai. Castigado, vai para seu quarto sem poder jantar, porém ele resolve fugir no meio da noite. Com sua imaginação a flor da pele, ele cria uma ilha na qual vai de barco e lá pode encontrar vários monstros que vivem em bando. Evitando ser ‘comido’ por eles, Max diz que tem superpoderes e logo é declarado rei pelos bichos. Ele cria uma enorme lista de tarefas divertidas para a tristeza não reinar na ilha, mas nem sempre tudo é pura diversão.

A forma como garoto-protagonista nos é apresentado e como é mostrado nos primeiros minutos de filme é algo bem particular e interessante, além de inteligente. Outro fator que me chamou bastante a atenção foi a dublagem dos monstros, que é feita de uma forma diferente. O tema em si não é algo tão novo, quando se tem aquela questão de até onde vai o limite entre a realidade e a imaginação?

E é através desses limites e também em razão da emoção é que a história se finaliza porque nem sempre viver de imaginação é a melhor coisa do mundo. Enfim, sabe aqueles filmes que não tem a história mais fantástica do mundo, mais intrigante do mundo e afins, mas que da mesma forma consegue conquistar pela sua simplicidade, pela sua sutileza? Acho que assim é que podemos classificar esse que é um dos filmes subestimados dos últimos tempos, merecia mais crédito.

Anúncios

10 Respostas

  1. Esperava muito desse filme, que acabou me decepcionando um pouco, mas, tem uma história muito interessante, e uma trilha sonora encantadora.

  2. Tô com muita vontade de conferir este filme, até mesmo porque todos os comentários que leio sobre a obra são muito bons! Espero que eu goste dele!!

  3. Formidável esse filme. Direção primorosa.

  4. Sendo dirigido por Spike Jonze é sinal de bom filme mesmo.Vou conferir em breve.

  5. Onde Vivem os Monstros é uma delícia de se ver,a sensbilidade que a infância é tratada nesse filme é espetacular,Spike Jonze tem uma direção primorosa e é impossível não se apaixonar pela personagem que a Lauren Ambrose dubla,sem contar que a atuação de Max Records é ótima,um dos meus preferidos desse ano.

  6. Difícil não se encantar com o Jonze. Não é o meu preferido dele, mas tem um clima amistoso que eu gosto muito. E a trilha sonora é impecável!

  7. Um dos poucos filmes a me deixar com um nó na garganta. Lindo demais! Digo sempre que ele teria o poder de fazer a esta geração (não fosse ela tão massificada e castigada com lixo cinematográfico) o que A História Sem Fim fez à minha.

    Abs!

  8. Mestre Jonze! Queria ter revisto na telona, mas não consegui. É um filme lindo!!!

  9. Preciso assistir esse filme com uma certa urgência. 😉

  10. Não achei um filme notável, mas fiquei completamente envolvido com a melancolia do filme…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: