» Apenas o Fim

(Nota: 8,5)
Título Original: Apenas o Fim
Gênero: Comédia Romântica
Diretor(es): Matheus Souza.
Roteiristas: Matheus Souza.
Ano de Lançamento: 2008.
Elenco: Érika Mader, Gregório Duvivier, Nathalia Dill, Álamo Faço, Julia Gorman, Marcelo Adnet, Ana Sophia Folch.
Duração: 80 minutos.

O que será possível fazer quando se tem somente um roteiro, dois atores principais e nada mais do que um ou outro ator coadjuvante? Partindo deste pressuposto, espera-se que este seja um fator suficiente para que o filme seja uma derrota, pelo menos teoricamente. Digo teoricamente porque existem diretores e equipes com talento suficientes para que façam disso uma obra concisa, interessante e inteligente. Ainda mais saindo do cinema brasileiro que geralmente só dá força a violência e morte, isso é um grande avanço, digno de fazer os olhos brilharem e é exatamente isso que acontece com esta película.

Antônio (Gregório Duvivier – A Mulher Invisível) está na universidade quando é procurado pela sua namorada (Erika Mader). Ela, extremamente decidida, resolve fazer um anúncio para ele: está indo embora e nunca mais o verá, ela vai fugir de casa, pretendendo recomeçar sua vida em um canto qualquer que ele não deve saber. E eles têm aproximadamente duas horas para conversar sobre o que for ou fazer o que for, até que ela vá embora. Nesse papo, ele tenta entender o porquê e ainda quer convencê-la do contrário.

Logo de início, a fita já me conquista por ter um clima diferente, um ar despojado, mas ao mesmo tempo competente em apresentar seus protagonistas. Para que haja uma perfeita sintonia, um uníssono entre os personagens e o espectador, temos uma fotografia super comprometida com o momento em que vivem os personagens. Porém, termos técnicos a parte, o que consegue mais encantar neste longa é o caminho pelo qual o roteiro caminha. Os protagonistas fazem parte de um diálogo que pouco tem interferência externa, o que até seria uma crítica a se fazer porque acredito que só os dois são suficientes para um bom trabalho.

São os comentários bestas que vão de Powers Rangers, Pokemóns e Vovó Mafalda, passando pelo Senhor dos Anéis com citações ao fato de Tom Bombadil não está no filme e tudo o mais que encantam. As referências constroem de forma gostosa e bastante literária o roteiro profundamente bem sustentado por Duvivier e Mader. Essa passagem por livros, filmes e jogos acaba identificando cada tipo de espectador e fazendo-os se identificar com o que vê em tela. O que também me chama a atenção é que as coisas mais bestas de um namoro são retratadas com tal propriedade pelo diretor e roteirista Matheus Souza que elas não se tornam hollywoodianamente fúteis. Sem dúvida é o amadurecimento do cinema tupiniquim que todos tanto desejavam e está vindo justamente pelas mãos de novos diretores como o já citado e também como Esmir Filho.

 

11 Respostas

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Portal Cine and Blogueiros Cinéfilos, Portal Cine. Portal Cine said: » Apenas o Fim http://bit.ly/cBnlHP […]

  2. Acho muito legal a história por trás do filme. Um diretor de 20 e poucos anos, basicamente 2 atores, filmado na univerdade e blabla. Bem bacana tudo isso, acredito que isso faz diferença para que o cinema brasileiro possa crescer.

    Mas em termos de filme, isoladamente, não funcionou pra mim. Um “Antes do Amanhecer” brasileiro, cheio das referências de uma geração das décadas de 80, 90 e 2000. Legal você reconhecer tudo isso, e se sentir parte dessa geração. Mas acho tudo muito gratuito na tela, os personagens tão conversando sobre refrigerante, ae surge algo sobre a coca-cola, que lembra o biscoito passatempo e blabla. E…? Qual o grande propósito para isso? A ideia é conversar sobre como foi o relacionamento deles, sobre o fim, sobre nostalgia, a infância, tudo junto ?

    Não achei os personagens nada carismáticos, a menina é demais mimada, sinto vontade de dizer “Quer ir minha filha ? Vai duma vez ! Quer chamar a atenção ?” Aff… E o cara é…pff, será que dá pra conversar sem ter que ficar o tempo todo citando alguma coisa ?

    De novo, acho tudo muito lindo, todas aquelas referências, “e se você fosse um filme, qual seria?”, “lembra daquela fase do mario kart?”, “e o star wars?”… Mas o que fazer com elas? Acho que o roteiro utiliza o que seria um grande pano de fundo pra colocar como elemento principal e, pelo menos pra mim, acaba soando como discurso vazio e sem argumento, se apóia nisso e só. Simplesmente não me convenceu.

    Mas o filme tem muitos méritos. Só o fato de tentar fugir do convencional já o torna com um diferencial. Pra mim, vale como cinema experimental para que o diretor possa usar alguns desses elementos em um roteiro e uma ideia mais bem amarrados

    Por ora, 6,0.

  3. Parabéns pelo blog! Bacana!
    Apareça no meu O FALCÃO MALTÊS.
    Abração,

    http://www.ofalcaomaltes.blogspot.com

  4. Adoro esse filme. Adoro a dinâmica entre Gregório Duvivier e a Erika Mader. O filme pode não ter muito estilo, emula muito o estilo de Richard Linklater, mas Matheus Souza tem futuro!

  5. é um filme que estou super curioso em conferir!
    ótimo texto😉

  6. Não gostei tanto quanto você, mas achei charmoso e bem inspirado – principalmente por ser estreia do diretor. Duvivier é outra revelação, ótimo.

    Nota 7,5 [***]

  7. Quero muito assistir este filme!😉

  8. Teu texto me deixou mais curioso com o filme, dessa semana não passa – vou conferir já!

  9. Desculpe pelo comentário off-topic, mas a causa é boa:
    Acontece amanhã, 8 de novembro, em toda a Rede Cinermark (428 salas dos 52 complexos) o XI Projeta Brasil Cinemark que exibirá as principais produções brasileiras lançadas entre novembro de 2009 e outubro de 2010. Os espectadores poderão assistir a filmes nacionais por apenas R$ 2. Entre os longas-metragens do XI Projeta Brasil estão títulos como ‘Tropa de elite 2’, ‘Nosso Lar’, ‘Chico Xavier’, ‘Sonhos Roubados’, ‘Xuxa em O Mistério de Feiurinha’ e ‘É proibido Fumar’. Ao todo, mais de 30 filmes estarão disponíveis para o espectador. A programação completa e demais informações você encontra no site do Projeta Brasil: http://www.cinemark.com.br/acao/projetabrasil.html. O vídeo está disponível para link ou download no YouTube: http://migre.me/23oOA

  10. Gosto muito desse filme! Me surpreendeu e superou minhas expectativas – ainda mais porque eu estudei comunicação na PUC. Mas fiquei ansioso para ver o resultado do próximo filme do diretor! Seria ele o nosso Kevin Smith?

    Abs!

  11. Acabei deixando de assistir a este trabalho por conta de outros lançamentos durante o ano passado. Aprecio filmes que nascem através da iniciativa de uma equipe talentosa e que parecem serem simples ao conquistar o público. Um dia eu vejo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: