≈ A Rosa Púrpura do Cairo ≈

de Woody Allen (1985)

Não tem jeito, o cinema quando pega uma pessoa de jeito, é paixão na certa. E isso é um fenômeno mundial que permite aos espectadores entrar na história que está a sua frente e desfrutar dela da melhor maneira possível, seja sorrindo com o protagonista ou compartilhando o sofrimento dele. Woody Allen, na sua extensa filmografia, tem um momento de pura homenagem à sétima arte, ele mistura seu roteiro, sempre muito inteligente e sagaz, com uma clara e bonita homenagem aqueles que são apaixonados pelo cinema, aliando-se a ficção para dar um gostinho próprio a trama.

Assim, A Rosa Púrpura do Cairo é um lindo tributo ao cinema. Allen realmente estava muito inspirado ao escrever e dirigir este longa que consegue envolver seu espectador completamente sem soar algo forçoso ou desnecessário. O simples ato de o personagem sair da tela, reconhecer o cinéfilo e daí em diante desenvolver uma história em torno disso é algo fabuloso e o mais curioso é que os demais personagens não vêem aquilo como normal, enxergam algo atípico, deixando, de certa forma, o longa mais real ainda. Isso porque todo cinéfilo que se preze, como Cecilia (Mia Farrow – Crimes e Pecados), tem seus sonhos com os filmes, situações e estrelas de cinema. Personificar isso numa película é melhor ainda. Obrigatório para todo e qualquer cinéfilo.

Elenco: Mia Farrow, Jeff Daniels, Danny Aiello

Roteiro: Woody Allen

(Nota: 9,5)

14 Respostas

  1. Eu preciso me familiarizar com o cinema mais antigo do Woody Allen…

  2. Esse foi um dos primeiros filmes que vi de Allen e dos que mais gosto dele até hoje. Como você disse, obrigatório para qualquer cinéfilo! Pura arte!

  3. Linda homenagem mesmo. Meu favorito do Allen, depois de “Manhattan”.😉

  4. É uma das minhas obras favoritas de Allen, e, não tenho certeza, mas a preferida dele também, não? Um lindo exercício de metalinguagem, uma obra tocante e envolvente. 8/10

  5. Preciso assistir esse com uma certa urgência,de Woody gosto muito de Manhattan, quando assisto parece que eu estou naquelas lindas paisagens de Nova York.

  6. Outro do Allen que eu tô devendo, inclusive já tá baixado e é uma das prioridades. Tenho que ver muitos filmes dele ainda. Tô bem atrasado:\

  7. “Obrigatório para todo e qualquer cinéfilo.”

    Com certeza… Doce e triste ao mesmo tempo, uma ode à própria magia do cinema.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: