≈ Amor ≈

de Michel Haneke (2012)

de Michael Haneke (2012)

O amor tem seu lado bonito, aquele lado apaixonado, que nos faz enxergar somente as coisas boas da vida, que nos faz entender que a pessoa por quem você está amando é aquela que você quer ficar pelo resto da vida. Porém, junto com esse pensamento, não notamos que o amor tem que ir muito além do que a simples vontade de ficar juntos. Existem dois lados do amor e não se pode querer um sem ter o outro como consequência. Até onde vai o significado da palavra ‘amor’? Até que ponto iremos em nome do amor? Haneke neste seu mais novo longa nos mostra a dor e o sofrimento que o amor pode causar e não por causa da desilusão amorosa e sim porque o amor permanece nos momentos mais difíceis, como na doença. Um roteiro bem cuidado e preocupado com os mínimos detalhes, passando aos espectadores a concepção própria do amor envelhecido, além disso somos presenteados com uma atuação esplendorosa de Emmanuelle Riva. A primorosa direção de Michael Haneke é um atrativo a parte, é insistente ao tentar captar a essência dos personagens em longos segundos, nos entregando uma fase da vida que pode ser triste, mas que reforça ainda mais o amor que um sente pelo outro. É a face cruel e, ainda assim, bonita do amor. Chocante e excelente!

Elenco:  Jean-Louis Trintignant, Emmanuelle Riva, Isabelle Huppert.

Roteiro: Michael Haneke

(Nota: 9,5)

Anúncios