» As 10 Melhores Atuações Femininas da Década, por Robson Saldanha

A Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos tomou a iniciativa de fazer uma ranking das melhores atuações da década. Incluindo-se, portanto, as masculinas e femininas. Ficou decidido que seriam dez atuações melhores de cada. Achei que seria bem mais difícil, porém nem foi tanto, somente pra colocar em ordem preferencial. A lista da Sociedade ainda não saiu. O que eu gostaria de deixar claro é que as atuações escolhidas na lista abaixo, são feitas de acordo com os filmes que EU vi. Portanto, sei que muitos faltariam nessa lista, contudo como não conferi seus referidos filmes não posso opinar, concordam?

Abaixo, segue a lista em ordem preferencial das melhores atuações femininas da década.

1º) MARION COTILLARD por Piaf - Um Hino ao Amor (2007)

2º) CHARLIZE THERON por Monster: Desejo Assassino (2003)

3º) MERYL STREEP por Dúvida (2008)

4º) KATE WINSLET por Foi Apenas um Sonho (2008)

5º) NICOLE KIDMAN por As Horas (2002)

6º) AUDREY TAUTOU por O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001)

7º) PENÉLOPE CRUZ por Volver (2006)

8º) MO'NIQUE por Preciosa - Uma História de Esperança (2009)

9º) JULIANNE MOORE por As Horas (2002)

10º) ANNE HATHAWAY por O Casamento de Rachel (2008)

Dia 11 postarei as atuações masculinas.

» Cerimônia do Oscar 2010 – Comentários

É repreensível criar expectativas em torno de uma cerimônia quando a mesma, no ano anterior, seu um verdadeiro show e empolgou todo mundo que conferia? Quando pegou um ator em plena ascensão e com uma belíssima voz deu um show apresentando os filmes com belas canções e fazendo uma linda homenagem aos musicais? Bem, creio que não. Nada seria mais natural do que nós esperarmos outro grande espetáculo a luz dos que aconteceu na cerimônia da academia do ano de 2009. No entanto, o que podemos enxergar foi uma cerimônia fraca, extremamente corrida e sem qualquer emoção.

Tudo bem que se eu dissesse que não gostei da apresentação de Steve Martin e Alec Baldwin estaria mentindo. Ambos estavam muito bem e até certo ponto divertiram muito. Os comentários iniciais foram bem colocados e inevitavelmente o vídeo que satiriza Atividade Paranormal foi um dos momentos altos da cerimônia e também foi um dos momentos que eu ri alto. Contudo é completamente lógico que o evento não foi tudo que imaginávamos, até deu uma pitada de que poderia ser bom com o número musical inicial, mas depois caiu numa mesmice sacal.

Os números de dança para apresentar as melhores trilhas sonoras podem até ter sido legal no início, mas depois se tornaram ilógicos porque nem sequer tinham alguma ligação com os filmes que eram apresentados. O corte feito nas apresentações de melhores canções foi outra decisão sem pé nem cabeça. A apresentação dos atores e atrizes ainda teve seu glamour. Agora eles foram apresentados por quem tinham alguma ligação profissional e ou de amizade com o indicado e que falou um pouco sobre cada, porém não teve o mesmo glamour de ver outros ganhadores apresentando a categoria.

Sobre os ganhadores me reservo ao direito de fazer um pequeno comentário. Guerra ao Terror é um ótimo filme. Merece muito do que ganhou, merece. No entanto não creio que numa amplitude maior tenha seu mérito depositado em Melhor Filme. Nem tudo faz com que seja digno de impressão e certamente será mais um filme que quando assistirem vão procurar entender o que aconteceu para ele ter sido premiado. É bom? É. Devia ter sido indicado? Sim. Mas ganhar é um pouco demais e infelizmente a Academia enxergou dessa maneira e quem sou eu para poder barrar tais decisões.

» Indicados ao Oscar 2010(Apostas)

Melhor filme

Leva: Avatar

Pode ser: “Guerra ao terror”

Adoraria, se ganhasse: Avatar

Por que: Acho que muito se discute sobre esse quesito. Aquele que, naturalmente, é o mais importante da premiação assim como da noite. A indecisão ainda é muito grande e acho que talvez somente a Academia mesmo possa nos tirar essa dúvida. Ainda assim eu prefiro arriscar e votar em Avatar como o vencedor do prêmio principal. Creio que não só o fato da grande bilheteria como também do encantamento que o filme tem. Isso permite que a influência seja maior a cerca do longa. Na verdade, não entendo o porquê de tanto se falar e se apostar em Guerra ao Terror. É inegável que é um bom filme, digno de indicações, porém não a ponto de ganhar o prêmio principal. Prefiro arriscar mesmo, fico com os N’avi.

Melhor direção


Leva: Kathryn Bigelow, “Guerra ao terror”

Pode ser: James Cameron, “Avatar”
Adoraria, se ganhasse: Quentin Tarantino, “Bastardos Inglórios”

Por que: Como puderam notar gosto muito de Avatar. Porém sei que o filme tem seus defeitos. James Cameron foi O Cara trazendo para nós uma tecnologia tão inovadora, nos mostrando que é possível fazer uma bela homenagem ao cinema assim como melhorá-lo a cada filme. No entanto e, infelizmente, Kathryn Bigelow simplesmente mostrou-se um tanto mais competente no seu filme de baixo orçamento. Porém, ainda assim creio que se Cameron ganhasse eu não ficaria triste, muito pelo contrário.

Melhor ator

Leva: Jeff Bridges, “Coração louco”

Pode ser: George Clooney, “Amor sem escalas”

Adoraria, se ganhasse: …

Por que: É algo quase que inegável né? Vem levando as estatuetas de todos os prêmios e bem improvável que não leve a da Academia. Tudo bem que surpresas acontecem, nunca se sabe.

Melhor ator coadjuvante

Leva: Christoph Waltz, “Bastardos inglórios”

Pode ser: Christoph Waltz, “Bastardos inglórios”

Adoraria, se ganhasse: Christoph Waltz, “Bastardos inglórios”

Por que: Já está selado.
Melhor atriz

Leva: Sandra Bullock, “Um sonho possível”
Pode ser: Meryl Streep, “Julie & Julia”

Adoraria, se ganhasse: Meryl Streep, “Julie & Julia”

Por que: Eis o grande divisor de águas. Muitos dizem que é insano tanto glamour em cima do trabalho de Bullock. Que está bem no filme, porém só isso, nem digna está de indicação estão. Eu não concordo. Creio que ela está super bem e competente no papel, digna de receber indicações. Mas “pera lá”, não a ponto de desbancar a belíssima e talentosa Meryl Streep em um dos papéis mais convincentes que já vi seu. Ela está fenomenal no papel sem ser forçosa, creio que merecia ganhar e se assim fosse, não reclamaria, mesmo que perdesse.


Melhor atriz coadjuvante

Leva: Mo’Nique, “Preciosa”

Pode ser: Mo’Nique, “Preciosa”

Adoraria, se ganhasse: Mo’Nique, “Preciosa”

Por que: Já esta selado. [2]


Melhor animação

Leva: “Up – Altas aventuras”

Pode ser: “Coraline”

Adoraria, se ganhasse: “Coraline”

Por que: Bem improvável que a Pixar não leve essa categoria. Óbvio que o filme é maravilhoso, mas Coraline me encantou mais, bem mais.


Melhor filme estrangeiro

Leva: “A fita branca”

Pode ser: “O Segredo dos Teus Olhos”

Adoraria, se ganhasse: “O Segredo dos Teus Olhos”

Por que: Juro que adorei A Fita Branca. É um filme bem particular, com uma maneira super interessante de contar uma história. Com uma direção super competente, uma fotografia inovadora e de impressionar. Porém O Segredo dos Teus Olhos me encantou mais e do início ao fim.

Melhor roteiro original

Leva: “Bastardos inglórios”

Pode ser: “Guerra ao terror”

Adoraria, se ganhasse: “Bastardos inglórios”

Porque: Esse estou indo muito mais com o coração do que com as estatísticas. Acho que o Roteiro de Bastardos é completamente insuperável e muito melhor que o de Guerra ao Terror. Talvez eu erre, mas se acertar vou ficar MUITO feliz. Tarantino merece.


Melhor roteiro adaptado

Leva: “Amor sem escalas”

Pode ser: “Distrito 9”

Adoraria, se ganhasse: “Distrito 9”

Porque: Estou apostando nesse contra minha vontade porque acho que o filme não tem nada de interessante e nada que realmente dê um entendimento maior, aquele de ser O Filme. O roteiro é bem guiado mas nem sequer para ser indicado, presta. Sei que muitos vão atirar pedras em mim por causa disso. Mas paciência, não sou “Maria, vai com as outras”. =)


Melhor direção de arte

Leva: “Avatar”

Pode ser: “Sherlock Holmes”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”


Melhor Fotografia

Leva: “Avatar”

Pode ser: “A fita branca”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”

Melhor figurino

Leva: “The young Victoria”

Pode ser: “Coco antes de Chanel”

Adoraria, se ganhasse: …


Melhor Montagem

Leva: “Guerra ao terror”

Pode ser: “Avatar”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”


Melhor maquiagem

Leva: “Star Trek”

Pode ser: “Il Divo”

Adoraria, se ganhasse: “Star Trek”

Melhor trilha sonora

Leva: “Up – Altas aventuras”

Pode ser: “Avatar”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”

Melhor canção

Leva: “The weary kind”, “Crazy heart”

Pode ser: “Take it all”, “Nine”

Adoraria, se ganhasse: “The weary kind”, “Crazy heart”


Melhores efeitos visuais

Leva: “Avatar”

Pode ser: “Avatar”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”


Melhor som

Leva: “Avatar”

Pode ser: “Guerra ao terror”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”


Melhor edição de som

Leva: “Avatar”

Pode ser: “Guerra ao terror”

Adoraria, se ganhasse: “Avatar”


Melhor documentário

Leva: “The cove”

» Comentando os Indicados aos Oscar 2010!

Avatar lidera indicações ao Oscar 2010

Foi anunciado hoje às 11h30min (hor. Brasília) os indicados ao Oscar 2010. Não foi uma grande surpresa, tudo dentro do previsto mas, logicamente, ainda é possível ter pequeninas surpresas em umas categorias assim como o total esquecimento de alguns filmes em determinadas categorias que nós, cinéfilos, gostaríamos de ver ao menos a indicação.

Melhor Filme

Avatar
Um Sonho Possível
Distrito 9
Educação
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios

Preciosa – Uma História de Esperança
Um Homem Sério
Up – Altas Aventuras

Amor Sem Escalas

Os já esperados Educação, Guerra ao Terror, Bastardos Inglórios, Avatar e Distrito 9 não revelam nada demais. No entanto, há algumas pequenas surpresas (para mim) nessa categoria principal. O surgimento de Preciosa que é um excelente filme, e até então não figurou em qualquer outro prêmio considerável nesta categoria principal com exceção do Globo de Ouro. Um Sonho Possível e Um Homem Sério são dois filmes que realmente não se acreditava na real indicação. O primeiro é um ótimo filme mas não a ponto de tal indicação. E também Up que concorre também em Melhor Animação.

Melhor Diretor

Jason Rietman (Amor sem Escalas)
James Cameron (Avatar)
Quentin Tarantino (Bastardos Inglórios)
Lee Daniels (Preciosa – Uma História de Esperança)
Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror)

Creio que essa tenha sido a categoria mais óbvia, visto que suas indicações já eram completamente esperada com exceção de Preciosa que apesar de ser um bom filme, não vejo tanta competência assim na direção.

Melhor Ator

Jeff Bridges, por Coração Louco
George Clooney, por Amor Sem Escalas
Colin Firth, por Direito de Amar
Morgan Freeman, por Invictus
Jeremy Renner, por Guerra ao Terror

A surpresa da vez ficou por conta de Jeremy Renner que teve sua atuação muito bem reconhecida pela Academia, ainda que tenha sido uma das poucas que assim o fez. Fato que é bem merecido, ainda que provavelmente a estatueta pare nas mãos de Jeff.

Melhor Ator Coadjuvante

Matt Damon, por Invictus
Christopher Plummer, por The Last Station
Woody Harrelson, por The Messenger
Stanley Tucci, por Um Olhar no Paraíso
Christoph Waltz, por Bastardos Inglórios

Bem óbvio também, só acredito que Woody Harrelson ainda que esteja muito bem não apresenta nada verdadeiramente digno de impressão.

Melhor Atriz

Sandra Bullock, por Um Sonho Possível
Helen Mirren, por The Last Station
Gabourey “Gabby” Sidibe por Preciosa – Uma História de Esperança
Carey Mulligan, por Educação
Meryl Streep, por Julie &Julia

Mais uma vez Sandra Bullock confirmou seu favoritismo neste ano com sua indicação pioneira ao Oscar. Com exceção de Hellen Mirren, que não conferi, todas estão formidáveis em seus papeis. Apesar de gostar muito da primeira, torço e ainda acho que Meryl deve levar esse ano.

Melhor Atriz Coadjuvante

Maggie Gyllenhaal, por Coração Louco
Mo’Nique, por Preciosa – Uma História de Esperança
Anna Kendrick, por Amor Sem Escalas
Vera Farmiga, por Amor Sem Escalas
Penélope Cruz, por Nine

Sei que muitos vão me odiar por dizer isso, mas não consigo ver nada demais na interpretação de Anna Kendrick em Amor Sem Escalas, ela está nada mais que normal num papel normal. Surpresa para a indicação de Maggie Gyllenhaal por Coração Louco, algo que ninguém esperava. Contudo a grande promessa fica por conta de Mo’Nique que está fenomenal em Preciosa.

As demais categorias não houve muito que acrescentar. Gostei de ver Take It All indicada como melhor Canção até porque gostei bem mais dela do que Cinema Italiano. Senti falta de 2012 em Efeitos Visuais, já que é uma das poucas coisas que funcionam bem no filme. A Fita Branca e A Jovem Victória como Melhor Fotografia me surpreende também. E fica minha indignação por não ver (500) Dias Com Ela indicado para qualquer categoria e seriam muitas as indicadas como Roteiro Original, Montagem, Melhor Filme. Mas paciência, não basta a torcida.

Assim, espero agora a premiação que ocorrerá dia 07 de março.

» Cerimônia do Globo de Ouro 2010 – Comentários

Meryl e seu prêmio como Melhor Atriz (comédia) por Julie & Julia.

Eu já tinha certa noção de que o Globo de Ouro não é a premiação mais certa e mais justa do mundo. Nem tampouco que ela gozava de certo prestígio diante do público justamente por seguir por certos caminhos que são bem questionáveis e dignos de se perguntar o porquê daquele ou daquela ter ganhado e não um outro, tão bem premiado em outras cerimônias. Não vou negar que não gostei nem um pouco de algumas categorias e suas escolhas nesta premiação. Achei que foi muito ‘baba-ovo’ ou coisa do gênero. Não que os outros não mereçam e que eu fale mais pelo coração. Só acho que fugiu demais às expectativas a ponto de ser estranho, bem estranho.

Para todos que quiserem ver, eu elogiei pra caramba Se Beber, Não Case! aqui no blog. Entendi que é um filme super divertido e ele atinge todas as expectativas depositadas e tal. Mas só isso. Nada além do necessário, nada que o faça ser um filme estupendo a ponto de derrubar um grande filme como 500 Dias Com Ela ou então Nine, mesmo que eu não tenha visto sei que tem muito mais ‘cacife’ que este. Contudo quer dizer então que filmes de comédia não podem vencer? Claro que podem e isso é lógico, a diferença está no fato de que existiam filmes melhores que ele e isso foi desperdiçado.

Sou um grande fã de Robert Downey Jr. acho que ele está no melhor momento de sua carreira e está sendo reconhecido por isso. No entanto, ganhar o Globo de Ouro por sua interpretação em Sherlock Holmes é um pouco demais, não creio que ele esteja tão bom a ponto de desbancar Joseph Gordon-Levitt ou até mesmo Matt Damon. Os outros erros eu até aceito, ainda que não tenha achado a melhor coisa do mundo Up – Altas Aventuras ter ganhado como melhor trilha sonora, já que acho que a trilha de Avatar tem muito mais propriedade e garra que aquela, ainda que seja muito bonita também.

As minhas maiores felicidades ficaram para as demais categorias de interpretação. Adorei ter visto Sandra Bullock ganhando por O Lado Cego, um filme emocionante e um trabalho estupendo da parte dela. Meryl Streep é sempre Meryl Streep e ela mostrou o que é ter categoria ao falar após ter levado um prêmio, com um discurso muito bom. Mesmo não tendo visto Coração Louco acho que Jeff Bridges merece ter levado porque ele parece está muito bem no filme e isso comprova minha teoria. Christoph Waltz e Mo’Nique foram outros dois que me satisfizeram. Estão simplesmente viscerais em suas interpretações e fizeram valer quando foram chamados ao palco para receber seus prêmios.

Já era de se esperar que Up levasse melhor animação e realmente gostei muito de ter visto Avatar levar Melhor Filme (Drama) e Melhor Direção, realmente houve justiça ao menos em alguns poucos. Acertei 9 de 14 indicações para o cinema e até que gostei dos meus acertos. Porém, ainda assim, não foi muito boa esta cerimônia. Nunca achei dos prêmios mais louváveis e eles só vem a confirmar minha suspeita. Achei que alguns foram prêmios vagos e que, realmente não merece muito crédito. Enfim. Sei que muitos vão questionar minha chateação, mas paciência nada pode fazer.

» Indicados ao Globo de Ouro 2010 – Cinema (apostas)

Como já entrei na “onda” no ano anterior e gostei pra caramba do negócio, esse ano resolvi fazer minha lista de apostas novamente. Meus critérios não são tão profissionais mas juro tentar fazer com maior atenção e carinho. Não vi boa parte dos filmes e vou mais no palpitômetro mesmo. A lista até que ficou boa e olhando as tendências percebi que muitos vezes não vão passar despercebido não só nessa premiação como também em várias outras, como já está acontecendo. A legenda é a seguinte: O que estiver sublinhado é o que acredito que ganhe e o qu estiver em itálico é o que acredito ser uma alternativa. Ok? Vamos deixar de lero-lero e ir para o que interessa:

Melhor Filme (Drama)

Vence: ♦ Avatar

Bastardos Inglórios

Preciosa – Uma História de Esperança

Amor Sem Escalas

Alternativa: • Guerra ao Terror

Melhor Filme (Musical ou Comédia)

Se Beber, Não Case

♦ (500) Dias Com Ela

Julie & Julia

• Nine

Simplesmente Complicado

Melhor Ator (Drama)

Tobey Maguire, por Entre Irmãos

♦ Jeff Bridges, por Crazy Heart

George Clooney, por Amor Sem Escalas

Colin Firth, por A Single Man

Morgan Freeman, por Invictus

Melhor Atriz (Drama)

Emily Blunt, por The Young Victoria

♦ Sandra Bullock, por O Lado Cego

Helen Mirren, por The Last Station

Gabourey “Gabby” Sidibe por Preciosa – Uma História de Esperança

• Carey Mulligan, por Educação

Melhor Ator (Musical ou Comédia)

• Matt Damon, por O Desinformante!

Daniel Day-Lewis, por Nine

Robert Downey Jr., por Sherlock Holmes

♦ Joseph Gordon-Levitt, por (500) Dias Com Ela

Michael Stuhlbarg, por Um Homem Sério

Melhor Atriz (Musical ou Comédia)

♦ Meryl Streep, por Julie &Julia

• Meryl Streep, por Simplesmente Complicado

Sandra Bullock, por A Proposta

Marion Cotillard, por Nine

Julia Roberts, por Duplicidade

Melhor Ator Coadjuvante

Matt Damon, por Invictus

Christopher Plummer, por The Last Station

Woody Harrelson, por The Messenger

• Stanley Tucci, por Um Olhar no Paraíso

♦ Christoph Waltz, por Bastardos Inglórios

Melhor Atriz Coadjuvante

♦ Mo’Nique, por Preciosa – Uma História de Esperança

Julianne Moore, por A Single Man

Anna Kendrick, por Amor Sem Escalas

Vera Farmiga, por Amor Sem Escalas

Penélope Cruz, por Nine

Melhor Diretor

• Jason Rietman (Amor sem Escalas)

♦ James Cameron (Avatar)

Quentin Tarantino (Bastardos Inglórios)

Clint Eastwood (Invictus)

Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror)

Melhor Roteiro

Distrito 9

Simplesmente Complicado

• Amor Sem Escalas

♦ Bastardos Inglórios

Guerra ao Terror

Melhor Canção Original

♦ Cinema Italiano – Nine

• I See You – Avatar

(I Want To) Come Home – Everybody’s Fine

The Weary Kind – Crazy Heart

Winter – Entre Irmãos

Melhor Trilha Sonora

O Desinformante!

• Up – Altas Aventuras

Onde Vivem os Monstros

♦ Avatar

A Single Man

Melhor Filme Falado em Língua Estrangeira

Baaría – A Porta do Vento

• Abraços Partidos

La Nana

Un Prophète

♦ A Fita Branca

Melhor Animação

♦ Up – Altas Aventuras

Tá Chovendo Hambúrguer

Coraline e o Mundo Secreto

A Princesa e o Sapo

• O Fantástico Sr. Raposo

» Cerimônia do Oscar 2009 – Comentários

605_hughjackman21

Destaque para a excelente apresentação de Hugh Jackman que, quando eu soube, achei que seria um fracasso, porém ele mostrou grande desenvoltura para minha surpresa.

Essa é a primeira vez que acompanho, de fato, um Oscar com mais conhecimento sobre os filmes que a ele concorrem. E ao contrário dos meus tiros cegos no Globo de Ouro, no Oscar foi mais fácil definir quais seriam os possíveis ganhadores. Das 21 categorias que apostei (tirando os curtas e documentários) eu consegui acertar 17, o que não está tão ruim. O fato é que pareceu bem mais previsível do que eu imaginava, mas talvez não seja culpa da Academia e sim mais porque eu pude conferir muitos dos filmes concorrentes. Vamos a alguns pequenos detalhes que me deixaram curioso, feliz ou triste na cerimônia.

Já era de se esperar que Slumdog Millionaire se tornasse o filme com o maior número de estatuetas, perdendo em categorias que realmente não teve tanta expressão, portanto, em edição de som que foi dado de forma justa ao filme de Nolan e a de Canção Original que impossivelmente poderia levar duas estatuetas numa mesma categoria. Em segundo lugar vem Benjamin Button que ganhou inexpressivos três Oscar’s em comparação ao número do filme anteriormente comentado. Quem surpreende levando ainda dois Oscar’s é The Dark Night que leva o mais que merecido prêmio de Melhor ator Coadjuvante para o saudoso Heath Ledger por Coringa e também por Edição de Som que faz jus ao espetáculo sonoro do filme. Além desse também temos Milk que levou duas estatuetas com o excelente roteiro de Dustin Lance Black que além de tudo é assumidamente gay, o que deve ter ajudado e também pela excelente atuação de Sean Penn que cada vez mais mostra seu grande potencial de atuação. Apesar de também considerar a grandeza da atuação de Mickey, Penn merece.

Um fato que me chamou bastante atenção quando começou a cerimônia com a apresentação das seis primeiras categorias foi o fato que ganharam seis filmes diferentes. Não sei o quão comum é, mas quando se trata de filmes que tem 13 ou 10 indicações é normal que eles comecem a disparar na frente logo no início e isso não aconteceu. Foram seis categorias: Atriz Coadjuvante, Roteiro Adaptado e Original, Animação, Direção de Arte e Figurino. E seis diferentes filmes ganhadores: Vicky Cristina Barcelona, Quem Quer Ser Um Milionário?, Milk – A voz da Igualdade, Wall-E, O Curioso Caso de Benjamim Button e A Duquesa, consecutivamente. Desses eu errei por Roteiro Original mas foi mais porque fui pelo ‘coração’ do que pela ‘razão’. Achei as premiações justas, sem quaisquer intervenções. além do que, acho que pra mim a amior surpresa da noite foi o Oscar de Melhor filme Estrangeiro ser entregue ao filmes Departures do Japão, deixando o israelense Valsa Com Bashir de fora, o que era muito pouco provável.

Outro fato interessantíssimo é a beleza com que a produção foi feita para essa cerimônia. Com destaque para a excelente apresentação de Hugh Jackman que, quando eu soube, achei que seria um fracasso, porém ele mostrou grande desenvoltura para minha surpresa. Com apresentações maravilhosa, em especial o número musical com Beyoncé e também abertura que demonstra, de forma irônica, que a crise também chegou na Academia. De um modo geral estou completamente satisfeito com o saldo do Oscar 2009, mostrou maturidade nas premiações e verdadeiro brilhantismo na produção, isso só me fez empolgar-me mais como cinéfilo e fez até que minha irmã quisesse ver mais filmes e poder comentá-los comigo.